Unesp altera estrutura da 2ª fase do vestibular devido a pandemia

A Unesp decidiu fazer algumas alterações na 2ª fase do seu vestibular que tem previsão para acontecer no dia 28 de fevereiro. As mudanças têm o propósito de reduzir permanência dos candidatos nos locais de prova para que o risco de contaminação pelo Covid-19 seja o menor possível. Além disso, os aplicadores e candidatos terão que atender há várias medidas de isolamento e higienização para que a aplicação possa acontecer.

Unesp altera estrutura da 2ª fase do vestibular devido a pandemia
Unesp altera estrutura da 2ª fase do vestibular devido a pandemia (Imagem: Reprodução/Google)

Com a pandemia pelo Covid-19 a Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) adiou a aplicação das provas do seu processo seletivo para o ingresso na faculdade.

Sendo que nos dias 30 e 31 de janeiro acontecerão a primeira fase, e dia 28 dia fevereiro a aplicação da segunda fase do Vestibular da Unesp. Além disso, a instituição de ensino dividiu os candidatos em dois grupos, tudo para conter a aglomeração.

Além das mudanças nas datas de aplicação do vestibular da Universidade Estadual de São Paulo, também haverá mudanças na parte física do processo seletivo.

Com o intuito de diminuir o tempo de permanência dos estudantes dentro da sala de aula a instituição decidiu optar por questões de múltipla escolha. Outra mudança é que a prova será aplicada em um único dia, diferente do que já é corriqueiro para os vestibulandos.

A segunda fase do vestibular da Unesp era aplicado em dois dias, sendo composta por 36 perguntas dissertativas e uma produção de texto (redação). Essa prova tinha a duração de 4h30. Com as mudanças, a prova contará com 60 questões de múltipla escolha e a redação, com a duração máxima de 5h30.

As 60 questões serão das áreas de linguagens, matemáticas, ciências humanas e da natureza.

Segundo o pró-reitor da Unesp, Gladis Cagliari, as questões de múltipla escolha irão ajudar no período de correção, já que com o adiamento da aplicação da prova é necessário encontrar estratégias para que não haja atraso na divulgação dos aprovados.

Em 2019 a prova foi aplicada a mais de 95 mil candidatos em 35 cidades. A expectativa da universidade é que número não caia e que os estudantes se sintam seguros para realizar o teste e iniciar a sua graduação na Unesp.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.