Veja Também | FDR.TV


 

Desde o dia 19 de maio, a Caixa Econômica Federal (CEF) começou o pagamento para um novo grupo de beneficiários do auxílio emergencial. Trata-se de novas pessoas aprovadas para o recebimento, após o cadastramento no site ou aplicativo. Os pagamentos começam na terça-feira (19) e seguem até o dia 29 de maio. As datas do calendário vão seguir os meses de nascimento dos solicitantes.

Auxílio emergencial: novo pagamento cria ESTE calendário de repasses
Auxílio emergencial: novo pagamento cria ESTE calendário de repasses (Imagem FDR)
publicidade

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, mais de 8,3 milhões de pessoas receberão o benefício nestas datas. Para isso, a Dataprev liberou uma nova leva de aprovados e que pode ser conferida através do site ou aplicativo. No último dia 15, o sistema foi atualizado com os novos usuários aprovados.

Para checar a nova situação, além de acessar a informação online, é possível ligar para o número 111. Lá, o beneficiário conseguirá saber se seu benefício foi negado, aprovado ou está inconclusivo.

Além desses novos beneficiários, existem mais de 5 milhões que estão aguardando análise de seus pedidos.

A Caixa solicitou que os usuários respeitem o calendário e não compareçam nas agências antes do prazo estabelecido. Essa medida é para evitar aglomerações e grandes filas, como vinha acontecendo nos pagamentos anteriores. Veja o calendário:

  • 19 de maio (terça): nascidos em janeiro
  • 20 de maio (quarta): nascidos em fevereiro
  • 21 de maio (quinta): nascidos em março
  • 22 de maio (sexta): nascidos em abril
  • 23 de maio (sábado): nascidos em maio, junho ou julho
  • 25 de maio (segunda): nascidos em agosto
  • 26 de maio (terça): nascidos em setembro
  • 27 de maio (quarta): nascidos em outubro
  • 28 de maio (quinta): nascidos em novembro
  • 29 de maio (sexta): nascidos em dezembro

Vale lembrar que esse é o calendário para a primeira parcela.

Calendário da segunda parcela

O calendário da segunda parcela que vem sendo divulgado é referente apenas para aqueles que já haviam recebido o primeiro pagamento até o dia 30 de abril. A terceira parcela ainda não possui data estipulada pelo governo.

Esses novos beneficiários precisarão aguardar novas informações com relação aos próximos pagamentos.

 

 

 

 

COMENTÁRIOS