Veja Também | FDR.TV


 

Sabemos que a crise atual, provocado pela pandemia do novo coronavírus já está afetando diversos negócios e setores, muitos sofrem com demissões e até falências. Porém, no meio da crise também existem setores que podem se recuperar mais rápido e até apresentar grande crescimento após a pandemia.

E depois da pandemia? Conheça setores que estarão em ALTA após crise do coronavírus (Imagem: Reprodução Google)
E depois da pandemia? Conheça setores que estarão em ALTA após crise do coronavírus (Imagem: Reprodução Google)
publicidade

Já falamos nesta coluna de como o capitalismo é cíclico, ou seja, vivemos ciclos de expansão e retração de tempos em tempos que beneficiam ou prejudicam diferentes setores.

Se estudarmos algumas crises históricas, veremos que mesmo com toda a dificuldade, algumas empresas voltaram mais fortes para o próximo ciclo.

Isso acontece porque eventos como a pandemia que vivemos criam novos hábitos e mudam padrões de consumo de toda uma geração.

Da mesma maneira que os eventos de 11 de setembro mudaram vários protocolos de seguranças em aeroportos e aumentaram a procura por seguros e serviços de segurança.

Sabemos que mesmo após a possível descoberta de uma vacina para o Covid-19, as próximas gerações serão muito mais preocupadas e cuidadosas com questões de saúde e higiene, por exemplo.

Os hábitos de consumo dos próximos anos também serão muito diferentes dos atuais, dando preferência às compras e serviços digitais.

Pensando nisso podemos imaginar quais setores podem estar em alta após a crise atual, algumas já são muito conhecidas e a maioria de nós já conhece e usa o serviço, mas também existem outras menos conhecidas e que podem ganhar mais força durante o isolamento.

E-Commerce e Delivery

Estes dois setores com certeza são os primeiros que vêm à nossa mente. Já falamos bastante da importância para os pequenos empresários de adaptar seu negócio à nova realidade.

Sabemos que durante o isolamento social e mesmo depois dele, é normal que as pessoas prefiram fazer suas compras sem precisar sair de casa.

Por isso é imprescindível para os pequenos e microempreendedores criar versões virtuais dos seus negócios e incluir a opção de entrega no caso de empresas de alimentação.

Alimentação vegana ou vegetariana

Os últimos estudos mostraram um grande crescimento da população que se declara vegetariana, que não se alimenta de carne.

Pesquisas do IBOPE mostraram que nos últimos anos o percentual desta população já atinge 14% do total de brasileiros, um crescimento de 75% desde 2012.

Podemos também perceber que várias grandes empresas de alimentação como as redes de fast-food Mc Donald’s e Burger King já começaram a incluir esse tipo de opção no cardápio.

Com as notícias que a pandemia teve início em um mercado de carnes exóticas da China, a procura por alimentos sem origem animal pode aumentar muito no futuro.

Pagamentos por aproximação

Como falamos no início, os hábitos ligados à saúde e higiene tendem a crescer muitos no futuro.

Os consumidores vão querer evitar ao máximo qualquer tipo de contato físico que possa apresentar algum risco de contaminação.

Muitos países asiáticos já têm a maioria das transações em comércios feitas por aproximação, uma tecnologia que não exige a digitação da senha ou contato do atendente com o cartão.

Embora pareça algo distante, é muito simples incluir o seu negócio na lista de estabelecimentos que aceitam esse tipo de pagamento.

Além de procurar por máquinas de cartão que aceitam o pagamento por aproximação, é possível criar contas em serviços de pagamentos como:

Estes serviços gratuitos permitem receber o pagamento do cliente através de QR-Codes e sem a necessidade do contato físico.

Além de fácil e rápido, pode te ajudar a atrair e fidelizar uma clientela maior.

Serviços Pets

Para ajudar no período de isolamento é natural que as pessoas procuram por algum tipo de companhia durante a quarentena. Por isso pode ser uma boa ideia para quem deseja começar um negócio, investir no setor de animais de estimação.

Além de um Pet Shop, também serão procuradas empresas que prestam serviços como Banho e Tosa periodicamente. Para esse tipo de serviço poder funcionar durante a quarentena é importante criar um sistema de entregas e agendamentos para os clientes.

Drones

Este é um setor que pode parecer coisa de um futuro distante, mas já está muito mais inserido na economia do que você imagina.

Os drones já são muitos utilizados na agricultura por exemplo, já que podem realizar funções como:

  • Acompanhar a saúde da plantação;
  • Mapeamento;
  • Detectar secas e pragas;
  • Estimar a produtividade da safra;
  • Detectar incêndios;
  • Monitorar irrigação;
  • Aplicação de pesticidas.

Além de versáteis, os drones poderão realizar muitas funções que colocariam a vidas das pessoas em risco ou expostas à contaminação. E se você acha que o setor é exclusivo para as grandes empresas, está enganado.

Devido aos baixos custos com relação às outras alternativas, grande parte do serviço prestado por empresas de drones é realizado por pequenas empresas. Principalmente quando falamos de serviços de filmagens e fotos por drones.

Por fim, sabemos que muitas áreas mudaram muito nos próximos meses e outras ainda serão criadas. É por isso que é tão importante manter seu negócio atualizado, e também pesquisar muito para os próximos investimentos.

COMENTÁRIOS

Sandro Campos possui bacharelado em Ciências e Humanidades e Ciências Econômicas pela Universidade Federal do ABC (UFABC). No mercado de trabalho, tem passagem pelo Banco Mercantil do Brasil, como gerente de relacionamento. Atuou também como assessor de investimentos no Itaú Personnalité e na XP Investimentos. Atualmente, trabalha como  Consultor Financeiro e dedica-se à redação do portal FDR.