Saque do Bolsa Família passa a exigir documento de identificação; entenda

Quem não quiser contar com os recursos do Caixa Tem e preferir o saque do Bolsa Família presencial, deve estar atento as regras. Isso porque, há necessidade de apresentar documento de identificação para que o banco reconheça quem está retirando o dinheiro. Caso contrário, o valor fica travado.

Saque do Bolsa Família passa a exigir documento de identificação; entenda
Saque do Bolsa Família passa a exigir documento de identificação; entenda (Imagem: FDR)

O saque do Bolsa Família fica disponível nas agências da Caixa Econômica ou nas casas lotéricas. O pagamento é de no mínimo R$ 600, com benefícios complementares que vão de R$ 50 a R$ 150. Neste mês o calendário tem início no dia 18 e termina no dia 31.

Documento necessário para o saque do Bolsa Família

O titular do benefício não pode terceirizar o saque do Bolsa Família se ele for presencial. Quer dizer, para receber pessoalmente é preciso que o próprio titular que tem seu nome gravado no cartão compareça até o banco para resgate. Não pode pedir que o procedimento seja feito pelo filho, marido/esposa ou parente.

O documento a ser apresentado vai depender de onde o dinheiro vai ser recebido:

  • Caixa eletrônico: somente o cartão para saque é válido;
  • Guichê de atendimento do banco: documento de identificação com foto (RG), ou cartão de saque + documento;
  • Casa lotérica: documento de identificação com foto (RG).

Saque do Bolsa Família em janeiro

Neste mês o saque do Bolsa Família começa no dia 18, a cada dia útil um grupo diferente pode receber com base no final do NIS (Número de Identificação do Titular). Seguindo a ordem de:

Número final do NIS Data de pagamento
1 18 de janeiro
2 19 de janeiro
3 22 de janeiro
4 23 de janeiro
5 24 de janeiro
6 25 de janeiro
7 26 de janeiro
8 29 de janeiro
9 30 de janeiro
0 31 de janeiro

Quem não quiser fazer o saque presencial pode usar os recursos que estão disponíveis no Caixa Tem, como: PIX, transferências, pagamento de boleto, cartão de débito virtual e leitura de QR Code.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]