VOA BRASIL: veja onde conseguir as passagens com os menores preços

Pontos-chave
  • Programa será específico para dois grupos inicialmente
  • Passagens terão valor fixo para trechos nacionais
  • Companhias aéreas já oferecem outras alternativas para os demais públicos.

Com o VOA Brasil a população terá passagens aéreas por trecho mais baratas. Iniciativa poderá incluir até passagens internacionais. Enquanto ele não é implementado é possível aproveitar outras oportunidades com passagens com menores preços. Confira.

VOA BRASIL: veja onde conseguir as passagens com os menores preços
VOA BRASIL: veja onde conseguir as passagens com os menores preços (Imagem FDR)

Desde que o governo divulgou o VOA Brasil, os brasileiros aguardam ansiosamente para aproveitarem as passagens aéreas mais baratas. Inicialmente o programa seria implementado em 2024, mas, acabou sendo adiado para 2024.

Segundo as primeiras informações o programa vai oferecer passagens a R$ 200 o trecho.

Voa Brasil

O programa tem potencial para atingir uma grande parcela da população brasileira. Mas, inicialmente ele será válido apenas para os aposentados e estudantes do PROUNI. Depois poderá ser ampliado para outros grupos.

No caso dos estudantes é possível que ele facilite o acesso a intercâmbios, com a oferta de passagens internacionais.

No entanto, é necessário aguardar a publicação oficial do programa para saber como ele de fato vai funcionar.

Enquanto a publicação oficial não é feita algumas informações são divulgadas por pessoas ligadas ao Governo.

Como o então, ministro dos Portos e Aeroportos, Márcio França, que confirmou a criação de um aplicativo. Atualmente França ocupa o cargo de ministro das Micro e Pequenas empresas.

Nele o usuário utilizará o seu número de CPF e poderá inserir o trecho que pretende fazer. Por exemplo, de São Paulo à Bahia.

Durante sua participação programa A Voz do Brasil em dezembro, o França relembrou que o VOA Brasil é válido apenas para quem não viajou nos últimos 12 meses.

Recentemente o atual ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, confirmou que o programa Voa Brasil deve ser lançado até a segunda quinzena de fevereiro.

Passagens aéreas com descontos

Enquanto o programa não é lançado você pode aproveitar outras iniciativas que também oferecem passagens aéreas mais baratas.

No final de 2023 o Ministério de Portos e Aeroportos (MPor) anunciou algumas medidas para redução do valor das passagens aéreas. Entre elas a parceria com empresas aéreas: LATAM, Gol e Azul.

As companhias aéreas confirmaram que serão oferecidas 25 milhões de passagens com valores até R$ 799.

Na Azul:

Na Gol

Na Latam

VOA BRASIL: veja onde conseguir as passagens com os menores preços (Imagem FDR)
VOA BRASIL: veja onde conseguir as passagens com os menores preços (Imagem FDR)

Dicas para comprar passagens aéreas mais baratas

Use apps e sites de buscas

Fazendo a pesquisa em sites diferentes é possível fazer comparação dos valores e selecionar a melhor opção. Entre os apps e sites que você pode utilizar estão:

Compre com antecedência

É provável que você aproveite mais os descontos comprando com antecedência. Nesse quesito não é necessário fazer a compra meses antes, mas, com 40 dias de antecedência você vai pagar um valor menor.

Inclusive, passagens compradas no dia anterior do embarque costumam ter o valor mais de 10 vezes maior.

Isso significa que uma passagem pode saltar de R$ 430 para R$ 4.012, se comprada na véspera.

Escolha o dia de viajar

O ponto de partida da sua viagem é a data dela, isso serve tanto para a reserva do hotel, quanto para o a compra da passagem.

Lembrando que próximo a datas comemorativas, feriados, etc. a tendência é que o valor da passagem e da reserva aumente.

Seja flexível

Isso vale para o horário do voo e até para a possibilidade de escalas, o que pode tornar o voo mais barato.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.
Sair da versão mobile