Nubank lança bloqueador de golpes por telefone? Entenda a novidade

O Nubank pensou em uma resposta para a crescente de tentativas de golpes envolvendo o nome do banco digital. Agora, o cliente terá um canal de contato direto com a instituição. A medida faz parte da campanha #PareceMasNãoÉoNubank. Veja detalhes e como se proteger.

Nubank lança bloqueador de golpes por telefone? Entenda a novidade
Nubank lança bloqueador de golpes por telefone? Entenda a novidade. Imagem: FDR

O novo programa, intitulado ‘Alô Protegido’, é conscientizar o público sobre situações que podem parecer legítimas, remetendo ao banco, no entanto, não passam de golpes. Conforme o Nubank, essa introdução faz dele o primeiro banco em todo o mundo a apresentar esse tipo de serviço para seus usuários.

No Brasil, os bancos investem R$ 3 bilhões anualmente em proteção de seus dados e aplicativos, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). O cuidado se dá justamente pelo perigo de lidar com tentativas de trapaças.

Golpes do uso do Nubank

  • Uma ligação informando que a conta está bloqueada e para desbloqueá-la é necessário fazer um PIX;
  • Um link com uma promoção imperdível onde você recebe um depósito de dinheiro na hora;
  • Uma mensagem de texto informando um problema na conta que seria resolvido baixando um novo aplicativo;
  • Um suposto atendente do banco que entra em contado disposto a te ajudar em algo que você não solicitou ajuda;
  • Todas essas situações são listadas pelo banco com tentativas de golpe, afinal, o Nu não age de nenhuma dessas formas.

Como evitar golpes envolvendo o Nubank?

O Nu afirma que, durante um atendimento podem ser solicitadas algumas informações pessoais, como: os três primeiros dígitos do CPF e a data de nascimento.

Caso o suposto atendente solicite o CPF completo, não informe e desligue a ligação ou encerre o atendimento. Nesses casos o ideal é procurar o atendimento através de um dos canais oficiais:

  • Chat no app
  • E-mail: [email protected]
  • Telefone nos números 4020 0185 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800 591 2117 (demais localidades).

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].