Empréstimo consignado do INSS para 2024 já pode ter seus valores e taxas consultados

Pontos-chave
  • O CNPS) tomou a decisão de reduzir as taxas de juros do empréstimo consignado do INSS;
  • O limite para empréstimos com desconto em folha foi reduzido de 1,91% para 1,84%;
  • Para operações com cartão de crédito e cartão consignado de benefício, a taxa máxima caiu de 2,83% para 2,73%.

As condições do empréstimo consignado do INSS para 2024 já foram atualizadas. Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social interessados em contratar valores pela linha de crédito, já podem realizar consultas.

Empréstimo consignado do INSS para 2024 já pode ter seus valores e taxas consultados
Empréstimo consignado do INSS para 2024 já pode ter seus valores e taxas consultados. (Imagem: FDR)

Recentemente, o Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) tomou a decisão de reduzir as taxas de juros do empréstimo consignado do INSS, de 1,91% para 1,84% ao mês. É relevante observar que a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Banco do Brasil (BB) confirmaram a adesão a essas novas taxas. 

No entanto, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) sinalizou que essa mudança poderia levar várias instituições financeiras a suspender a oferta de empréstimo consignado do INSS.

No último mês, em sintonia com a redução da taxa Selic pelo Banco Central, a Caixa distribuiu novas taxas de juros a partir de 1,64% ao mês para aposentados e pensionistas do INSS. Estas taxas encontram-se dentro dos limites definidos pelo CNPS.

Enquanto isso, o Banco do Brasil optou por manter as taxas de juros para o empréstimo consignado do INSS em conformidade com a legislação. A gama de taxas pagas pela instituição varia entre 1,72% e 1,84% ao mês, com um período máximo de pagamento de até 84 meses.

Novas taxas do empréstimo consignado do INSS

  • O limite para empréstimos com desconto em folha foi reduzido de 1,91% para 1,84%.
  • Para operações com cartão de crédito e cartão consignado de benefício, a taxa máxima caiu de 2,83% para 2,73%.
  • Essas mudanças foram aprovadas pelo Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) para os juros máximos de consignados de beneficiários do INSS.
  • As alterações nas taxas máximas de juros foram uma resposta à redução da taxa Selic pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), que caiu de 13,25% para 12,75% ao ano.
  • As novas taxas de juros começarão a vigorar na próxima segunda-feira, dia 23.
  • Após cinco dias da publicação da resolução do CNPS, os bancos e instituições financeiras não poderão oferecer empréstimos e cartões consignados com taxas que excedam os novos limites.
  • A redução nas taxas de juros abrangerá não apenas os segurados do INSS, mas também os titulares do Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas).

Informações obrigatórias sobre o empréstimo consignado do INSS

  • Taxas de juros mensal e anual;
  • Data do primeiro desconto;
  • CET (Custo Efetivo Total) mensal e anual das operações de consignado;
  • Valor pago a título de dívida do cliente (saldo devedor original) quando a operação for de portabilidade ou refinanciamento;
  • Valor do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) incidente sobre a operação;
  • Informação diária das taxas de juros para as novas operações de empréstimo pessoal consignado, cartão de crédito consignado e cartão consignado de benefício;
  • Número do SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) ou CAC (Central de Atendimento ao Consumidor).

Bloqueio e desbloqueio do empréstimo consignado do INSS

  1. Entre no Meu INSS;
  2. Clique no botão “Novo Pedido”;
  3. Digite “bloquear” ou “desbloquear”;
  4. Na lista, clique no nome do serviço/benefício;
  5. Leia o texto que aparece na tela e avance seguindo as instruções.

Como consultar os juros do empréstimo consignado do INSS?

Os segurados podem verificar as taxas de juros do empréstimo pessoal consignado cobrado por instituições financeiras diretamente no aplicativo ou site Meu INSS, sem a necessidade de login e senha. 

Essa facilidade permite aos beneficiários comparar as taxas oferecidas por diferentes bancos e escolher a que melhor se ajusta ao seu orçamento. Numa busca rápida no Meu INSS, encontramos 56 instituições que ofertam o consignado do INSS. Veja algumas delas:

  • BANCO DO BRASIL – Média taxa de juros para empréstimo 1,77% ao mês (de 1,21% até 1,84%)
  • BANCO DA AMAZONIA (BASA) – Média taxa de juros para empréstimo 1,76% ao mês (de 1,76% até 1,76%)
  • BANCO ITAU SA – Média taxa de juros para empréstimo 1,8% ao mês (de 0,43% até 1,84%)
  • NU FINANCEIRA – Média taxa de juros para empréstimo 1,55% ao mês (de 1,35% até 1,75%)
  • BANCO SANTANDER – Média taxa de juros para empréstimo 1,77% ao mês (de 0,01% até 1,84%)
  • BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (Banrisul) – Média taxa de juros para empréstimo 1,63% ao mês (de 1,31% até 1,84%)
  • CAIXA ECONOMICA FEDERAL – Média taxa de juros para empréstimo 1,72% ao mês (de 1,42% até 1,74%)
  • BANCO AGIBANK – Média taxa de juros para empréstimo 1,54% ao mês (de 0,1% até 1,84%)
  • BANCO BRADESCO – Média taxa de juros para empréstimo 1,75% ao mês (de 1,06% até 1,84%)

As taxas variam conforme o relacionamento do cliente com o banco, mas não podem ultrapassar o teto.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.