Consignado do INSS pode ser desbloqueado via aplicativo; veja o passo a passo

Pontos-chave
  • Somente o beneficiário da aposentadoria ou pensão, ou seu representante legal, detém a autoridade para bloquear ou desbloquear o benefício para empréstimos;
  • Após solicitar o bloqueio ou desbloqueio, o tempo médio para resposta é de cerca de 30 dias;
  • O limite para empréstimos com desconto em folha foi reduzido de 1,91% para 1,84%.

O consignado do INSS traz benefícios para a vida dos aposentados e pensionistas. O controle sobre o bloqueio e desbloqueio do benefício para empréstimos consignados oferece maior segurança e evita possíveis fraudes.

Consignado do INSS pode ser desbloqueado via aplicativo; veja o passo a passo
Consignado do INSS pode ser desbloqueado via aplicativo; veja o passo a passo. (Imagem: FDR)

Essa medida é essencial para impedir empréstimo consignado do INSS não autorizado, investir ou receber no comando de suas finanças e proteger contra possíveis golpes. O Instituto Nacional do Seguro Social tem o objetivo de  melhorar continuamente seus serviços, priorizando o bem-estar dos beneficiários.

Neste link você confere as notícias mais recentes sobre o consignado do INSS. Abaixo, é possível verificar o passo a passo do bloqueio e desbloqueio do empréstimo via aplicativo. Acompanhe!

Bloqueio e desbloqueio do consignado do INSS

  1. Entre no Meu INSS, seja pelo site ou pelo aplicativo (Android | iOS);
  2. Em seguida, clique em Novo Pedido;
  3. Logo após, digite o nome do serviço/benefício que você quer;
  4. Depois, na lista, marque o nome do serviço/benefício;
  5. Leia o texto que aparece na tela e avance seguindo as instruções.

Quem pode solicitar o bloqueio do consignado do INSS?

Somente o beneficiário da aposentadoria ou pensão, ou seu representante legal, detém a autoridade para bloquear ou desbloquear o benefício para empréstimos. Caso você seja um procurador, lamentavelmente, não possui a capacidade de solicitar essa ação.

É fundamental seguir as diretrizes para desativar a apresentação da documentação, incluindo a procura ou documento de representação legal, como tutela, curatela ou termo de guarda. Além disso, são necessários documentos de identificação, como RG, CNH ou CTPS, juntamente com o CPF do procurador ou representante.

Prazo de bloqueio do consignado do INSS

Após solicitar o bloqueio ou desbloqueio, o tempo médio para resposta é de cerca de 30 dias, de acordo com o INSS. Para acompanhar e receber a resposta do seu processo:

  1. Acesse o Meu INSS;
  2. Em seguida, clique em Consultar Pedidos;
  3. Logo após, encontre o processo na lista;
  4. Para ver mais detalhes, clique em Detalhar.

Quais informações sobre o consignado do INSS devem ser notificadas?

  • Taxas de juros mensal e anual;
  • Data do primeiro desconto;
  • CET (Custo Efetivo Total) mensal e anual das operações de consignado;
  • Valor pago a título de dívida do cliente (saldo devedor original) quando a operação for de portabilidade ou refinanciamento;
  • Valor do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) incidente sobre a operação;
  • Informação diária das taxas de juros para as novas operações de empréstimo pessoal consignado, cartão de crédito consignado e cartão consignado de benefício;
  • Número do SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) ou CAC (Central de Atendimento ao Consumidor).

Conheça as novas taxas do consignado do INSS

  • O limite para empréstimos com desconto em folha foi reduzido de 1,91% para 1,84%.
  • Para operações com cartão de crédito e cartão consignado de benefício, a taxa máxima caiu de 2,83% para 2,73%.
  • Essas mudanças foram aprovadas pelo Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) para os juros máximos de consignados de beneficiários do INSS.
  • As alterações nas taxas máximas de juros foram uma resposta à redução da taxa Selic pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), que caiu de 13,25% para 12,75% ao ano.
  • As novas taxas de juros começarão a vigorar na próxima segunda-feira, dia 23.
  • Após cinco dias da publicação da resolução do CNPS, os bancos e instituições financeiras não poderão oferecer empréstimos e cartões consignados com taxas que excedam os novos limites.
  • A redução nas taxas de juros abrangerá não apenas os segurados do INSS, mas também os titulares do Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas).

Quais são as vantagens do empréstimo consignado do INSS?

O crédito consignado do INSS apresenta algumas vantagens em relação a outros tipos de empréstimos, como:

  • Taxas de juros mais baixas: As taxas de juros para o crédito consignado do INSS costumam ser mais baixas do que em outros tipos de empréstimos, como os empréstimos pessoais ou cartões de crédito, por exemplo. Isso ocorre porque as parcelas são descontadas diretamente do salário ou benefício do segurado do INSS, o que reduz o risco de inadimplência.
  • Prazos mais longos: Os prazos de pagamento podem chegar a até 84 meses (7 anos), o que torna as parcelas mais acessíveis para quem precisa de um empréstimo de valor mais elevado.
  • Sem consulta ao SPC ou Serasa: O crédito consignado do INSS não requer consulta ao SPC ou Serasa, o que torna mais fácil a obtenção do empréstimo por pessoas que estão com restrições de crédito.
  • Desconto em folha: O pagamento das parcelas é feito através de desconto direto na folha de pagamento ou no benefício previdenciário do segurado, o que evita esquecimentos ou atrasos no pagamento.
  • Facilidade de contratação: A contratação do crédito consignado do INSS é rápida e fácil, podendo ser realizada diretamente com o banco ou financeira que oferece o serviço.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.