Para o fundador da XP, esta é a forma do Brasil gerar RENDA e EMPREGO

Guilherme Benchimol, fundador e presidente do conselho de administração da XP, apresentou uma sugestão para que o Brasil gere mais renda e emprego. O CEO participou do evento Expert XP.

publicidade
Para o fundador da XP, esta é a forma do Brasil gerar RENDA e EMPREGO
Para o fundador da XP, esta é a forma do Brasil gerar RENDA e EMPREGO (Imagem: FDR)

Segundo Benchimol, a solução para o crescimento da renda e do emprego no Brasil é aumentar o número de empreendedores. Com isso, haverá competição entre eles, gerando deflação e inovação, disse o CEO da XP.

Além disso, com a ampliação de empreendedores, o Brasil terá aumento na arrecadação de impostos. Outro ponto positivo é a geração de empregos que essa modalidade cria. Segundo o presidente da XP, atualmente o Brasil possui 23 milhões de empreendedores que empregam 50 milhões de brasileiros.

publicidade

Benchimol não negou que o Brasil enfrenta diversas dificuldades, mas afirmou que os brasileiros não podem ficar se vitimizando. “Temos muitas mazelas no Brasil, mas não podemos ser vitimistas. Temos que ser excelentes”, afirma.

Assim, o empresário acredita que é possível superar todos os obstáculos sociais e econômicos enfrentados no Brasil. Segundo ele, tudo depende do próprio brasileiro e da sua força de vontade.

XP oferece emprego em modelo novo

Atualmente, a XP atua com o modelo de trabalho chamado de anywhere office. Com isso, os profissionais podem atuar de qualquer lugar. Assim, por meio do trabalho remoto, a empresa possui funcionários do Brasil inteiro.

Segundo o CEO da XP, Thiago Maffra, metade dos funcionários não residem na cidade sede da empresa. Atualmente, a XP conta com 6.500 funcionários, sendo que a metade não reside em São Paulo, onde fica localizada a companhia.

“Assim, temos acesso a uma mão de obra cada vez mais qualificada que não está no eixo Sudeste“, afirma Maffra. Dessa maneira, a empresa é capaz de ter como colaborador funcionários de extrema qualificação, sem a restrição da localidade.

É importante lembrar que o modelo de trabalho remoto se popularizou nos últimos dois anos, após a chegada da pandemia no Brasil. Com as restrições sociais e o cuidado para evitar a propagação da doença, as empresas adotaram o modelo home office.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Assim, diversas profissões passaram por mudanças para se adequarem ao modelo remoto. Já outros cargos, nunca antes surgidos, foram criados para atender esse novo mercado que floresceu durante a pandemia.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.