Governo de SP pagará MILHÕES para compensar CONGELAMENTO de pedágio

O governo de São Paulo reservou R$ 400 milhões do orçamento estadual para, até o fim do ano, compensar 18 concessionárias de rodovias devido ao congelamento do reajuste das tarifas de pedágio. O aumento nos preços deveria ter acontecido em 1º de julho.

publicidade
Governo de SP pagará MILHÕES para compensar CONGELAMENTO de pedágio
Governo de SP pagará MILHÕES para compensar CONGELAMENTO de pedágio (Imagem: Montagem/FDR)

No fim de junho, o governo de São Paulo tinha comunicado que as tarifas de pedágio não seriam repassadas à população. O governador paulista, Rodrigo Garcia (PSDB), informou ser necessária a decisão. Isso devido à conjuntura econômica e alta desenfreado dos preços, especialmente nos combustíveis.

Por conta desse comunicado, as concessionárias chegaram a cogitar recorrer à Justiça caso não existisse uma compensação. Isso porque o congelamento no valor do pedágio resultaria em menor receita dessas empresas. O reajuste, que entraria em vigor no mês passado, seria entre 10,72% a 11,73%.

publicidade

Na ocasião, a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) tinha demonstrado preocupação com a medida, “em um momento crítico no qual as empresas ainda enfrentam os efeitos econômicos da Covid-19 e o aumento expressivo do preço de insumos”.

Governo de SP firma acordo com concessionárias sobre congelamento de pedágio

No início de julho, a Secretaria de Logística e Transportes (SLT) e a Agência de Transportes de São Paulo (Artesp) comunicaram que firmaram acordo com 18 concessionárias para ressarcir as perdas de arrecadação neste ano. Desse modo, foi possível manter a suspensão do aumento de tarifas de pedágio no estado.

Conforme estabelecido entre as partes, o governo paulista precisará compensar os valores às concessionárias até que aconteça o reajuste. Isso ocorrerá por meio de pagamentos bimestrais. A primeira parcela será repassada no último dia útil de agosto.

Para que os pagamentos sejam efetivados, as quantias serão apuradas até o vigésimo quinto dia de cada mês pela Artesp.

Na ocasião em que o governo de SP anunciou que ressarcirá as concessionárias, o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, informou que foi encontrado que assegura “a manutenção dos contratos, evitando discussões judiciais.

Segundo o secretário, esta “é mais uma demonstração que o governo de São Paulo está sempre aberto ao diálogo. Ele ainda disse que o governo “respeita os contratos assinados”.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

A informação relativa aos R$ 400 milhões reservados para compensar o congelamento dos pedágios em São Paulo está presente em decreto publicado, em 8 de julho, no Diário Oficial.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.