Petrobras faz nova REDUÇÃO no preço da GASOLINA

A partir desta sexta-feira (29), o preço médio de venda da gasolina vendida pela Petrobras às distribuidoras cairá de R$ 3,86 para R$ 3,71 por litro. Isso equivale a uma queda de 3,88%, ou R$ 0,15 por litro. O reajuste foi anunciado pela Petrobras nesta quinta-feira (28).

publicidade
Petrobras faz nova REDUÇÃO no preço da GASOLINA
Petrobras faz nova REDUÇÃO no preço da GASOLINA (Imagem: FDR)

A Petrobras diminuiu o preço da gasolina pela segunda vez consecutiva. No último dia 19, a estatal tinha comunicado que o valor do combustível seria diminuído em R$ 0,20 por litro. Assim o preço tinha caído de R$ 4,06 para R$ 3,86.

Com o reajuste mais recente, o preço da gasolina passa a ficar abaixo do comercializado no dia 10 de maio deste ano, Na ocasião, o valor era de R$ 3,86 por litro.

publicidade

A Petrobras informa que essa diminuição no valor do combustível segue a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em nível abaixo para a gasolina.

A estatal ainda argumenta que o reajuste “é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”.

Preço da gasolina nos postos

Os valores cobrados pela estatal às distribuidoras são apenas um dos aspectos para definir do preço cobrado ao consumidor. Outros fatores considerados são os impostos e parcela de distribuidoras e revendedores.

Segundo a Petrobras, ao considerar a mistura obrigatória de 73% da gasolina A e 27% de etanol anidro para compor a gasolina vendida nos postos, a parcela da Petrobras no valor ao consumidor passará, em média, de R$ 2,81 para R$ 2,70 a cada litro vendido nos postos.

Petrobras altera política de reajustes dos combustíveis

O anúncio desta quinta-feira acontece um dia após a Petrobras alterar a dinâmica de reajuste dos combustíveis. Conforme a estatal, o conselho de administração e o conselho fiscal da empresa supervisionarão a execução da política de preços.

Para isso, a cada dois meses, a diretoria executiva da Petrobras — que estabelece os reajustes de combustíveis — precisará comunicar aos dois conselhos sobre a evolução dos valores da gasolina, diesel e gás no país. Também será preciso informar a participação da estatal em cada mercado.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Apesar da supervisão dos conselhos, a Petrobras informou que a diretoria executiva continuará estabelecendo os valores dos combustíveis. Além disso, os reajustes seguirão sendo realizados com base na política de Preços de Paridade de Importação (PPI).

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.