Lula anuncia estratégia para REDUZIR os PREÇOS da Petrobras; veja as mudanças

Em entrevista ao portal UOL, o candidato à presidência da República Luís Inácio Lula da Silva (PT), garantiu que se for eleito em outubro vai mudar a política de preços da Petrobras. Na ocasião, o ex-presidente ainda disse que fará algo que Jair Bolsonaro (PL) “não teve coragem”. A ideia é que essa mudança tenha o poder de diminuir o valor dos combustíveis.

publicidade
Lula anuncia estratégia para REDUZIR os PREÇOS da Petrobras; veja as mudanças
Lula anuncia estratégia para REDUZIR os PREÇOS da Petrobras; veja as mudanças (Imagem: FDR)

Na entrevista, Lula sugeriu que haja a mudança na política que hoje é adotada pela Petrobras, chamada de Preço de Paridade de Importação (PPI). Inclusive este é um pedido feito por caminhoneiros e demais brasileiros. A ideia é que alterando essa política, a Petrobras consiga cobrar menos pelos combustíveis saindo das refinarias.

Lula aproveitou a ocasião para provocar seu oponente, o presidente Jair Bolsonaro. O candidato petista disse que o atual governante do país “não teve coragem” de fazer essa alteração na estatal para “agradar acionistas”. No entanto, o maior acionista da Petrobras é justamente a União.

publicidade

“A gente pode reduzir o preço, sim, o presidente não teve coragem”, completou Lula.

Ainda sobre a administração da Petrobras, o candidato petista afirmou que o Brasil poderia ser “autossuficiente” na produção de derivados de petróleo.

Um país que é autossuficiente em petróleo, que poderia estar exportando derivado, não tem capacidade de refinar a quantidade de consumo que nós precisamos (…) É uma vergonha“, defendeu o candidato.

E mostrou interesse em tornar a Petrobras “senão a primeira, a segunda maior empresa petroleira do mundo“.

Política de preços da Petrobras e a relação com Lula

A atual política de preços da Petrobras que usa o mercado internacional como referência para definir o valor do produto, começou a funcionar na época de governo de Michel Temer. Na ocasião, ele desfez a política que era adotada quando a administração do governo era de Dilma Rousseff (PT).

Por isso, Lula defende voltar a política de preços que era adotada na época do governo petista. Ele defende que a variação do dólar não influencie o preço final do produto. O argumento é que a população brasileira “ganha em real e gasta em real”.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.