Eleições 2022: beneficiários do AUXÍLIO BRASIL declaram APOIO a LULA

Embora o Auxílio Brasil tenha sido criado na gestão de Jair Bolsonaro (PL), os eleitores que recebem este programa declararam apoio à Luís Inácio Lula da Silva (PT). De acordo com uma pesquisa feita pelo PoderData, 52% das intenções de votos deste público é voltada ao candidato petista.

publicidade
Eleições 2022: beneficiários do AUXÍLIO BRASIL declaram APOIO a LULA
Eleições 2022: beneficiários do AUXÍLIO BRASIL declaram APOIO a LULA (Imagem: FDR)

Na quarta-feira (20), o PoderData divulgou uma nova pesquisa de intenção de votos. Nela, Bolsonaro aparece com 32% das intenções de voto enquanto Lula ocupa a primeira colocação com 52% da preferência. Apenas inscritos no Auxílio Brasil foram entrevistados.

Na prática, o Auxílio Brasil é uma reformulação do Bolsa Família que foi criado em 2003 no governo Lula. Agora, o programa social tem valor quase que duas vezes maior que o antigo sistema, passando de R$ 217 em média no Bolsa para R$ 400 no mínimo.

publicidade

E ainda, incluiu pelo menos mais 4 milhões de novas famílias. No Bolsa Família eram atendidas cerca de 14 milhões e no Auxílio Brasil são pouco mais de 18 milhões de famílias beneficiadas.

O auxílio foi consolidado neste ano, e embora tenha sofrido alterações, o governo bolsonarista tem aprovado novas medidas. A partir de agosto o valor mínimo de pagamento vai passar a ser de R$ 600, e vai beneficiar 1 milhão de novas famílias, passando de 18,1 milhões para 19,1 milhões.

Ainda que estas mudanças tenham sido criadas com o intuito de aumentar as chances de reeleição do presidente Jair Bolsonaro, as estratégias por hora não parecer ter dado efeito.

Na pesquisa anterior feita pelo PoderData a diferença de preferência entre os candidatos era menor. Lula aparecia com 43% dos votos, enquanto Bolsonaro estava com 37%.

Ainda nesta pesquisa mais recente, André Janones (Avante) ocupa a terceira posição com 6% das intenções de voto entre os beneficiários do Auxílio Brasil. Em seguida vem Ciro Gomes (PDT), com 5%, e Simone Tebet (MDB) com 3%.

Investimento maior no Auxílio Brasil

Com total apoio do presidente Jair Bolsonaro, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi aprovada na Câmara dos Deputados e Senado Federal. Ao todo, o valor desta PEC ficou em pouco mais de R$ 41 bilhões.

publicidade

Apoiadores de Bolsonaro acreditam que ao aumentar o valor do auxílio, e incluir melhorias nos benefícios sociais como o repasse de R$ 120 no vale gás, o público mais vulnerável vai dedicar sua preferência de votos ao presidente.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Ao todo, serão cinco parcelas de R$ 600 do Auxílio Brasil. Nos meses de agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro. Enquanto os R$ 120 de vale gás serão repassados em agosto, outubro e dezembro.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.