BOLSO dos ELEITORES pode definir as ELEIÇÕES; veja o que pesa na hora do VOTO

As eleições podem ser definidas pelo bolso dos eleitores. Em meio a crise que afeta principalmente a camada pobre da população, pré-candidatos focam em montar estratégias para conquistar o voto do eleitorado, considerando o que pesa para o cidadão na hora de decidir qual número apertar na urna. 

publicidade
As eleições devem causar impacto direto nos ativos da bolsa de valores
Economia é fator determinante na hora de decidir o voto para grande parte dos eleitores. (Imagem: FDR)

O voto econômico é um clássico presente em eleições. Em momentos de crise, a maneira de decidir o voto se mostra como uma opção ainda mais acatada entre os eleitores e para outubro o cenário que se desenha já aponta a relevância do quesito.

Economia é fator determinante na hora de decidir o voto para grande parte dos eleitores

A alta da inflação pesou no bolso dos eleitores de norte a sul do país e com isso, o cidadão brasileiro passou a ter menos poder de compra, aumento do endividamento e consequentemente menos condições de arcar com as despesas básicas. 

publicidade

Em recente pesquisa feita pela Genial/Quaest, 44% dos entrevistados consideram que desde março a economia é tida como o principal problema do Brasil. Os respondentes também apontam que as preocupações ligadas ao setor econômico envolvem crise geral, inflação e desemprego. Para 64%, a situação econômica piorou no último ano. E 54% dizem que a própria capacidade de quitar as contas também foi prejudicada.

Dados de pesquisa realizada pelo Datafolha em junho, mostram que diante da desaceleração da escalada da inflação e recuperação no índice de desemprego, 33% acreditam na melhora da economia, enquanto 34% acreditam que a situação deve piorar. Os números parecem bastante próximos.

No entanto, os dados recolhidos se mostram preocupantes quando as perguntas vão mais a fundo. Para 26% dos entrevistados, a quantidade de comida em suas residências é insuficiente. 63% revela ainda que a renda da família não tem dado conta de suprir as despesas da casa.

Economia pesa para o eleitor brasileiro

Mediante os resultados das pesquisas que apontam a insatisfação e vulnerabilidade econômica na qual se encontra grande parte do eleitorado, candidatos buscam traçar estratégias já nas pré-campanhas que conversem com o esperado pelo eleitorado.

Ainda de acordo com as pesquisas citadas anteriormente, 77% dos entrevistados pelo Datafolha afirmam que a economia nacional influencia seu voto para presidente em algum grau. Já na Genial/Quaest, 59% apontaram que seu voto é bastante influenciado pela economia atual.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Enquanto a insatisfação beneficia no cenário presidencial o pré-candidato Lula (PT) que lidera a maioria das pesquisas de intenção de voto, o atual presidente Jair Bolsonaro (PL), tenta nos últimos meses antes das eleições reverter a imagem negativa que a situação econômica cria de seu mandato.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.