Não é nada bom deixar a reserva de emergência em um único investimento; siga esta estratégia

Você deixa sua reserva de emergência em um único investimento? Cuidado, apesar de os investimentos de renda serem seguros, é impossível ter 100% de segurança, você está correndo riscos.

publicidade

Se a sua reserva de emergência estiver 100% na poupança, 100% no melhor CDB de liquidez diária do mercado ou 100% no Tesouro Selic, você pode não ter dinheiro disponível quando precisar, ter rendimento abaixo da inflação e proteção baixa.

Você deve diversificar sua reserva de emergência entre 3 investimentos conforme veremos abaixo, não necessariamente 33,33% em cada. Ficará mais claro como ter uma reserva de emergência eficiente para todos os momentos, com os modelos a seguir:

Liquidez

Investir 100% da reserva nos investimentos nos CDBs mais rentáveis. Mesmo que eles tenham “liquidez diária”, é um risco enorme.

publicidade

Você vai ficar sem liquidez após as 18h, finais de semana e feriados. Já pensou se em um sábado estoura um cano na sua casa e você precisa pagar um pedreiro, que no mínimo precisa de uma boa entrada ou até mesmo o pagamento à vista? Você só vai conseguir resgatar o CDB no horário comercial.

Recomendo que um percentual da sua reserva seja alocado pensando em máxima liquidez, por isso este percentual precisa estar na poupança.

“Ah, mas a poupança rende muito pouco”. Não importa! Para liquidez imediata, nada supera a poupança. Além do risco dos finais de semana e feriados que mencionei acima, é comum o Tesouro Direto ficar fora do ar, o site da corretora estar travado e até mesmo a instituição que emite um CDB pode quebrar, aí você vai ter que esperar dias para recebimento do FGC, ou seja, você corre risco também durante a semana em não ter nada na poupança.

Agora, quem investe só na poupança está certo? Claro que não, quem investe só na poupança está perdendo dinheiro. O rendimento da poupança, não acompanha a alta de preços. É por isso que devemos alocar parte da nossa reserva buscando retornos maiores que a inflação, como veremos abaixo:

Alta rentabilidade

Para que o dinheiro da sua reserva não perca o poder de compra e tenha um retorno acima da inflação, os CDB´s de liquidez diária que rendem mais do que 100% do CDI são fundamentais.

Apesar da liquidez não ser igual da poupança, o rendimento vale a pena. Afinal, rendem mais do que o dobro da poupança, possuem boa liquidez (horário comercial) e são cobertos pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos) que é o mesmo mecanismo de segurança da poupança, ou seja, em segurança os CDBs não perdem para a poupança.

publicidade

Por que não investir em algo com a mesma segurança da poupança e que rendem mais do que o dobro?

Publiquei um artigo no meu Instagram (@financas.vc), sobre as ciladas dos investimentos de renda fixa: https://www.instagram.com/p/CfCoqUpJy2I/ 

Outra parte da sua reserva deve estar no investimento mais seguro entre os investimentos de liquidez diária:

publicidade

Segurança

Para segurança da reserva de emergência, nada supera o Tesouro Selic. Pois os títulos do Tesouro Direto são garantidos pelo Tesouro Nacional, em termos de segurança supera o FGC.

A rentabilidade do Tesouro Selic corresponde a 100% da taxa Selic. É outro investimento, que atualmente, está rendendo mais do que o dobro da poupança e ainda é mais seguro. Perde em rentabilidade para os CDBs que rendem mais do que 100% do CDI, mas supera em segurança.

Como diversificar minha reserva de emergência entre Poupança, CDB e Tesouro Selic?

publicidade

Recomendo 20% na poupança, 20% no Tesouro Selic e 60% em um bom CDB de liquidez diária. A diversificação é a mãe dos investimentos.

A boa diversificação te deixa mais tranquilo, seguro e com retorno eficiente.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Um forte abraço e bons investimentos!

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Cleiton Vicente
Formado em Administração de Empresas, pós-graduado em Finanças com especializações em Investimentos, Psicologia Econômica e Planejamento Financeiro. Founder da "Finanças.Vc" e atua como Consultor de Finanças Pessoais e Investimentos com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro. No FDR, possui sua própria coluna com dicas e orientações sobre como investir com segurança e de forma descomplicada.