Pedidos de empréstimos disparam nos últimos 12 meses

Em maio, os pedidos de empréstimos pelos brasileiros aumentaram 54% em relação ao mesmo período do ano passado. Já em comparação ao mês de abril, houve uma diminuição de 8,3%. Os dados fazem parte do Índice FinanZero de Empréstimo (IFE).

publicidade
Pedidos de empréstimos disparam nos últimos 12 meses
Pedidos de empréstimos disparam nos últimos 12 meses (Imagem: Montagem/FDR)

Segundo a FinanZero, se por um lado as famílias continuam endividadas, por outros, os brasileiros vêm conseguindo realizar transferências de renda — como acessar créditos do Auxílio Brasil, saques extras do FGTS e antecipação do 13º salário. Apesar disso, o nível de pedidos de empréstimos continua alto.

Isso acontece por conta do aumento dos juros e inflação, redução do poder de compra, e, especialmente, endividamento, que atingiu 77,4% em maio, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

publicidade

Empréstimos via cartão de crédito afetam brasileiros

O grande fator para o endividamento do brasileiro é o cartão de crédito. Este corresponde a um aumento de 88,5% no endividamento familiar.

O presidente e co-fundador da FinanZero, Olle Widén, afirma que os empréstimos realizados via cartão de crédito contam com as maiores taxas de juros do mercado.

O executivo ainda destaca a falta de educação financeira para os brasileiros compreenderem que nem sempre o cartão de crédito auxiliará as famílias a recuperarem as finanças.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Widén explica que essas dívidas podem se acumular e triplicar a quantia inicial. Ele argumenta que existem alternativas de empréstimos mais seguras no mercado. Ele cita quatro opções com menores taxas de juros do mercado:

  • Empréstimo com garantia de celular: empréstimo que usa algum bem, como o celular da pessoa, como garantia do crédito;
  • Empréstimo FGTS: existe a possibilidade de realizar empréstimo com garantia do FGTS e antecipar o saldo do mês de aniversário, que será usado como garantia da operação;
  • Consignado: empréstimo em que as parcelas são descontadas diretamente na folha de pagamento do salário ou outro benefício; e
  • Refinanciamento de veículo: também chamado de empréstimo com garantia, esse empréstimo em que a pessoa deve deixar um veículo como garantia de pagamento desse crédito. Devido à garantia, o refinanciamento possui taxas de juros menores que o crédito pessoal.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.