Bolsa de Valores fechou o primeiro semestre em baixa; confira as maiores altas e baixas acumuladas

No primeiro semestre deste ano, o Ibovespa encerrou em queda. De todas as 91 ações que integram o índice da bolsa de valores brasileira, a B3, 55 apresentam desvalorização em 2022. O levantamento foi realizado pela provedora de informações financeiras Economatica, e divulgado pelo g1.

publicidade
Bolsa de Valores fechou o primeiro semestre em baixa; confira as maiores altas e baixas acumuladas
Bolsa de Valores fechou o primeiro semestre em baixa; confira as maiores altas e baixas acumuladas (Imagem: Montagem/FDR)

Na quinta-feira passada (30), último pregão do semestre, o principal índice da bolsa de valores brasileira fechou em queda de 1,08%, aos 98.542 pontos. Na primeira sessão de 2022, o Ibovespa registrava 104.763 pontos.

Apesar de ter registrado alta ao longo do primeiro trimestre, o índice passou a despencar no segundo. Em junho, por exemplo, o Ibovespa caiu 11,5%. Essa foi a maior queda mensal desde março de 2020, quando iniciou a pandemia de coronavírus.

publicidade

Já no acumulado deste ano, o índice da bolsa de valores registra diminuição de 5,99%. O último trimestre foi marcado pela volatilidade nos mercados globais. Os investidores demonstraram preocupações de inflação e recessão.

Além da questão externa, os temores de risco fiscal no Brasil também impactaram o desempenho da bolsa de valores local.

Os investidores vêm optando por investimentos considerados menos arriscados. Isso diante de um panorama de aperto monetário mais forte por parte dos bancos centrais — que buscam controlar a inflação dos respectivos países.

Em meio a isso, as ações das empresas varejistas e de tecnologia são as grandes desfavorecidas. Esse contexto pode explicar as grandes perdas do índice da bolsa de valores brasileira no primeiro semestre deste ano.

O cenário de queda na primeira metade do ano não foi visto somente na bolsa brasileira. Por exemplo, os principais índices dos Estados Unidos também tiveram fortes perdas no período.

Maiores altas e baixas acumuladas no primeiro semestre na bolsa de valores

Atualmente, o Ibovespa conta com 91 ações de 89 companhias. As ações que mais subiram no primeiro semestre foram:

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
  1. Cielo ON: 65,76%
  2. Eletrobras PNB: 47,05%
  3. Eletrobras ON: 40,87%
  4. Hypera ON: 36,74%
  5. BBSeguridade ON: 30,06%
  6. Minerva ON: 28,47%
  7. CPFL Energia ON: 26,43%
  8. Banco do Brasil ON: 22,21%
  9. Petrobras PN: 19,58%
  10. Petrobras ON: 19,29%

Já estas foram as ações que mais caíram no primeiro semestre:

  1. Magazine Luiza ON: -67,59%
  2. Meliuz ON: -66,67%
  3. Via ON: -63,43%
  4. Locaweb ON: -57,29%
  5. Americanas ON: -56,40%
  6. Embraer ON: -53,91%
  7. IRBBrasil Re ON: -49,50%
  8. Azul PN: -49,18%
  9. Alpargatas PN: -48,07%
  10. CVC Brasil ON: -47,99%

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.