Após críticas, governo quer liberar auxílio caminhoneiro com parcelas de R$ 1.000

Chamado de “PIX Caminhoneiro” pelo poder Executivo, o benefício pretende pagar R$ 1.000 para esse grupo. O objetivo é compensar o aumento no valor dos combustíveis, principalmente do diesel que é usado para abastecer os caminhões. Inicialmente, o governo havia falado em um auxílio de R$ 400, mas após fortes críticas, acabou recuando.

publicidade

Além do auxílio aos caminhoneiros, outros dois programas devem ser turbinados. O Auxílio Brasil pago às famílias que vivem em vulnerabilidade deve subir para R$ 600. E o vale-gás pode ter o valor duplicado, atualmente é liberado R$ 53 a cada dois meses.

Todas as alterações, bem como a criação de um novo programa, devem ser discutido pelos líderes do Congresso Nacional na próxima segunda-feira (27). Os pagamentos, caso sejam liberados, acontecerão até o fim deste ano, em dezembro.

Caso sejam aprovados, principalmente o auxílio aos caminhoneiros, precisarão ser inseridos de forma estratégia na legislação. Isso porque, não é permitido a criação de programas sociais em ano eleitoral.

publicidade

Faltam quatro meses para as eleições de 2022. No dia 2 de outubro o povo brasileiro deve escolher quem vai ocupar a cadeira de presidente do país entre os anos de 2023 e 2026.

Em segundo lugar nas pesquisas de intenções de votos, Jair Bolsonaro (PL) busca formas de subir na preferência da população. Principalmente, junto aos seus maiores aliados, os caminhoneiros.

Auxílio pago aos caminhoneiros

Inicialmente, o governo federal sugeriu o pagamento de um auxílio com parcelas de R$ 400. Mas, foi fortemente criticado pelos caminhoneiros e seus líderes. Alguns chegaram a chamar o valor oferecido de “esmola”.

Diante da desaprovação, Bolsonaro estuda aumentar esse valor para R$ 1 mil. Dessa forma, conseguiria o apoio do grupo que sempre se mostrou amigável a reeleição do atual presidente.

Para bancar esse pagamento, o auxílio deve ser incluso na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que deve baratear os combustíveis. Além de limitar a alíquota de cobrança do imposto ICMS, esta PEC deve incluir o pagamento do PIX Caminhoneiro.

Serão beneficiados aqueles que trabalham de forma autônoma, ou seja, sem nenhum tipo de vínculo trabalhista com empresas. O valor deve ser usado para abastecer o veículo, e arcar com as despesas das viagens, como a cobrança dos pedágios.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Hoje, o valor do litro do diesel chega a R$ 8,630, conforme informou um levantamento de dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.