URGENTE! Aneel aprova aumento de até 64% nas contas de luz

Nesta terça-feira, 21, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) publicou um novo reajuste nas bandeiras tarifárias aplicadas às contas de luz. Com isso, o reajuste da bandeira vermelha patamar 1 será de 63,7%. Claro que a mudança vai afetar como um todo o valor final da cobrança de energia elétrica.

URGENTE! Aneel aprova aumento de até 64% nas contas de luz
URGENTE! Aneel aprova aumento de até 64% nas contas de luz (Imagem: Montagem/FDR)

Além da bandeira vermelha 1, outras tarifas aplicadas nas contas de luz também foram reajustadas. Para a vermelha patamar 2 o aumento será de 3,2%, enquanto a amarela vai subir 59,5%. A bandeira verde não sofrerá nenhuma mudança.

A ideia é de que as mudanças comecem a ser aplicadas a partir do dia 1° de julho, e durem pelo menos até o ano de 2023. Com este método, o valor adicional cobrado nas contas de energia elétrica ficarão maiores.

Isso porque, as bandeiras tarifárias representam uma cobrança extra que é aplicada sobre as contas de luz. A coloração depende da necessidade de aumentar o custo de energia do país, seja devido a crise hídrica ou para subir a arrecadação, por exemplo.

Novo valor das bandeiras tarifárias nas contas de luz

Em abril deste ano a Aneel chegou a fazer uma consulta pública propondo os reajustes. No entanto, na época, os valores discutidos eram menores do que estes adotados.

A bandeira amarela deveria subir 56%, a vermelha de patamar 1 em 57%, enquanto a vermelha de patamar 2 teria redução de 2%.

Mas, as novas cobranças que valerão a partir de julho de 2022 serão de:

  • Bandeira verde: sem cobrança adicional;
  • Bandeira amarela: de R$ 1,874 para R$ 2,989 por megawatt-hora (MWh) no mês – (+ 59,5%);
  • Bandeira vermelha patamar 1: de R$ 3.971 para R$ 6,500 por megawatt-hora (MWh) no mês – (+ 63,7%);
  • Bandeira vermelha patamar 2: de R$ 9,492 para R$ 9,795 por megawatt-hora (MWh) no mês- (+3,2%).

Isso não significa que as contas de luz terão aumento de valor já a partir de julho. Atualmente, está sendo usada a bandeira verde sobre as cobranças de energia elétrica. 

Desde abril deste ano a Aneel não faz cobranças adicionais nas contas, isso porque os níveis dos reservatórios das hidrelétricas alcançaram bons números. As expectativas são de que a bandeira verde permaneça até dezembro de 2022.

Até mesmo o diretor-geral do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), Luiz Carlos Ciocchi, está otimista sobre a possibilidade de não haver cobranças extras.

Caso seja necessário migrar da bandeira verde para outra, ai sim serão cobrados os novos valores nas contas de luz. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.