Lula e Bolsonaro não comparecem nos debates gerando incertezas para o eleitorado

Os eleitores dos candidatos à presidência, Luís Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Messias Bolsonaro (PL), devem usar outros método que não as sabatinas para conhecer as propostas dos políticos. Isso porque, até o momento, os dois nomes não confirmaram presença em nenhum debate eleitoral. 

Lula e Bolsonaro não comparecem nos debates gerando incertezas para o eleitorado
Lula e Bolsonaro não comparecem nos debates gerando incertezas para o eleitorado (Imagem: FDR)

O Jornal Correio Braziliense convidou os dois políticos para a sabatina realizada pelo veículo, mas eles não compareceram. O mesmo aconteceu ao serem convidados para o PodCast da jornalista Renata Lo Prete, chamado O Assunto.

As recusas, que também foram feitas à outros veículos de comunicação, dão a entender que os candidatos podem estar buscando a mesma estratégia.

Como estes dois nomes ocupam as duas primeiras colocações nas pesquisas de intenções de votos, o não comparecimento a estes eventos podem ser usados como forma de evitar o desgaste da imagem. Ou seja, evitar erros que podem atrapalhar suas vantagens nas pesquisas.

Acontece que esta tática não é nova no cenário político. No ano de 1989, por exemplo, Fernando Collor de Mello não participou dos debates no primeiro turno.

Já no ano de 1998, o candidato da época Fernando Henrique Cardoso também se ausentou. O próprio ex-presidente Lula, candidato à reeleição de 2006, não registrou presença nos debates do primeiro turno.

Em 2018, o presidente Jair Bolsonaro também evitou o comparecimento aos debates do segundo turno. A justificativa foi a de recuperação da sua saúde após levar uma facada enquanto fazia campanha política. Acontece que o médico de Bolsonaro havia autorizado o candidato a participar do evento.

O que esperar de Lula e Bolsonaro?

De acordo com informações divulgadas pelo Correio Braziliense, Bolsonaro não parece preocupado em participar de debates eleitorais pelo menos neste primeiro turno.

As informações são de que quatro pontos da política brasileira preocupam mais o presidente. Sendo eles: combustível, inflação, economia e rejeição.

Em um outro momento, Bolsonaro chegou a dizer que compareceria aos debates apenas se Lula também confirmasse sua presença.

Enquanto isso, para o grupo de apoio do ex-presidente acredita-se que a participação nos debates sem a presença de Bolsonaro não é interessante. Isso porque, seria uma oportunidade dos outros candidatos atacarem Lula.

Foi enviada à Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) e à Associação Nacional de Jornais (ANJ), uma carta da chapa de Lula e Geraldo Alckmin. Nela, foi sugerido um novo modelo de debates, no sistema “pool”.

O método é usado nos Estados Unidos, e funciona com a reunião de vários veículos de comunicação transmitindo o mesmo debate no mesmo dia.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.