Jantar com Lula: empresários pagam entre R$ 3 mil e R$ 20 mil para conversar com o ex-presidente

No fim deste mês de junho, interessados em conversar com Luís Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSB), poderão participar de um jantar. Os dois são candidatos a presidente e vice-presidente da República, respectivamente. O jantar está sendo organizado pelos aliados de Lula a fim de arrecadar fundos para campanha. 

publicidade
Jantar com Lula: empresários pagam entre R$ 3 mil e R$ 20 mil para conversar com o ex-presidente
Jantar com Lula: empresários pagam entre R$ 3 mil e R$ 20 mil para conversar com o ex-presidente (Imagem: FDR)

O evento está sendo organizado por empresários, advogados e profissionais autônomos, e deve reunir pelo menos 100 pessoas. O valor dos ingressos fica em torno de R$ 3 mil a R$ 20 mil.

As informações sobre o encontro foram transmitidas em uma reportagem da Folha de S. Paulo. E sugere um maior interesse de Lula em partilhar ideias com empresários. Até então, seus encontros têm acontecido com movimentos sociais e partidos políticos.

publicidade

Durante o jantar os candidatos à presidência do Brasil devem partilhar suas ideais e debater assuntos importantes para o país. A quantia arrecadada com os convites será transferida ao Partido dos Trabalhadores, responsável por custear a campanha política até o momento.

Embora o evento tenha sido mantido em sigilo, algumas pessoas já demonstraram interesse em participar. Inclusive devido ao aumento da popularidade de Lula, e ocupação do primeiro lugar na pesquisa de intenção de votos.

Com a vantagem, banqueiros, empresários e nomes importantes parecem estar mais disponíveis a trocar ideias com o candidato.

Até então, o PT havia direcionado aos apoiadores políticos do ex-presidente a responsabilidade de conversar com os grandes nomes do PIB. Por exemplo, Gleice Hoffmann, Aloizio Mercadante e Alexandre Padilha.

Segundo uma conversa da Folha de S. Paulo com os interlocutores do candidato petista, a ideia que eles têm é de que o grupo de empresários do país ainda é em sua maioria bolsonarista. O que estimula Lula a criar novas parcerias.

Embora uma recente pesquisa do Datafolha tenha indicado que Luís Inácio ocupa 48% das intenções de voto, enquanto Jair Bolsonaro (PL) fica com 27%, toda aliança é bem vinda.

publicidade

A data exata do jantar não foi anunciada, mas acredita-se que aconteça até o fim desse mês. Os convites não são livres, isso é, para participar o empresário precisa ser convidado pelo partido político.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.