Partido político cria projeto para suspensão de cachê de artista que fizer manifestação eleitoral; entenda

Nesta terça, 3, o MBL (Movimento Brasil Livre) divulgou um projeto com o objetivo de suspender o cachê de artistas que realizaram manifestações políticas e eleitorais em eventos custeados com verba pública, de acordo com a coluna Painel, do Jornal Folha de São Paulo.

O projeto foi protocolado na Câmara Municipal de São Paulo. Segundo a coluna Painel, o projeto ainda deve ser apresentado nas Câmaras de Santo André, São Bernardo do Campo, Valinhos e Sorocaba.

De acordo com o texto redigido por Rubinho Nunes (União Brasil) e pelo pré-candidato Guto Zacarias, é prevista uma multa de até 50% sobre o valor do contrato assinado com o artista.

O projeto também impede que o arista multado realize licitação com o poder público durante o período de um ano.

Este projeto chega num momento em que está voga questionamentos a respeito de cachês recebidos por artistas sertanejos, como o do cantor Gusttavo Lima e do uso de verbas de prefeituras.

O deputado André Janones (Avante-MG), pré-candidato à Presidência, de acordo com uma reportagem do Jornal Estado de São Paulo, destinou um montante de R$1,9 milhão em recursos de uma emenda parlamentar para custear uma festa com Gusttavo Lima e outros artistas.

Gusttavo Lima também está envolvido em discussões a respeito do pagamento de shows depois da divulgacão de um contrato de R$ 1,2 milhão preparado pela prefeitura de Conceição do Mato Dentro, cidade mineira com uma população de 17 mil habitantes.

O vereador Fernando Holiday (Novo) através de uma ação mais direta, acionou a Justiça na tentativa de caçar o cachê da cantora Ludmilla, que fez um “L” com as mãos em um show. Na visão de Holiday, a cantora fez manifestação a favor do pré-candidato à Presidência Lula (PT). Ela, por sua vez, alegou que apenas usou a primeira letra de seu nome no gesto. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.