INSS: como agendar minha perícia médica durante a greve?

Greve do INSS atrasa a concessão dos abonos por incapacidade. Há mais de 40 dias os peritos da previdência estão sem trabalhar. Na luta por reajuste salarial e melhor condições de exercer o ofício, a categoria está sem realizar as perícias médicas. Abaixo, entenda como proceder caso tenha um agendamento marcado.

INSS: como agendar minha perícia médica durante a greve? (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)
INSS: como agendar minha perícia médica durante a greve? (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Os beneficiários do INSS estão lidando com o clima de tensão entre os peritos e o Governo Federal. Responsáveis por realizar as avaliações médicas, os profissionais estão sem atender os cidadãos que buscam a concessão ou renovação dos benefícios por incapacidade.

Para quem tinha um agendamento marcado, é preciso buscar por uma nova data ou solicitar a aprovação do benefício mediante a apresentação de um laudo médico terceirizado. Veja como fazer ambos os procedimentos, abaixo:

Como remarcar a perícia médica do INSS

Procedimento pelo Meu INSS

  • Acesse o site ou o aplicativo meu.inss.gov.br
  • Informe CPF e senha
  • Clique em serviços
  • Na aba “Benefícios”, clique em “Auxílio-doença”
  • Clique em “Perícia” e depois escolha “Remarcar perícia”
  • Informe o número de documento
  • Acesse “Reagendar atendimento”
  • Anote as orientações ou faça um print da tela

Agendamento pela Central 135

  • Disque 135
  • Em seguida digite seu CPF ou da pessoa para a qual será feito o reagendamento
  • O sistema informará um número do protocolo. Anote
  • Logo depois disque 0 para falar com atendente
  • Em seguida, um funcionário atenderá o telefone
  • Informe que quer remarcar a perícia
  • Anote todas as informações que forem passadas
  • A central funciona de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h

Comprovação da perícia por documentos

No caso dos documentos, o cidadão precisa inicialmente ser avaliado pelo médico do seu plano de saúde ou da rede pública. Mediante o recebimento do laudo, os exames e atestados devem ser encaminhados para o Meu INSS.

São aceitos os seguintes documentos:

  • O ASO emitido pelo médico do trabalho, em que se atesta a condição de saúde do trabalhador;
  • uma carta elaborada pela empresa em se declare o último dia de trabalho;
  • um atestado médico em que esteja descrito o quadro clínico, diagnóstico e tratamentos, com assinatura, carimbo e endereço do profissional que o elaborou;
  • exames de sangue e de imagem que comprovem a doença ou lesão;
  • todas as receitas que indiquem a medicação utilizada pelo paciente.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.