Com aumento do preço da gasolina, procura por CNH de motos aumenta

O encarecimento no preço da gasolina resultou na alta procura por CNH de motos. As motocicletas já são as favoritas dos condutores que desejam driblar a correria do trânsito e percorrer o caminho com agilidade. 

Com aumento do preço da gasolina, procura por CNH de motos aumenta
Com aumento do preço da gasolina, procura por CNH de motos aumenta. (Imagem: FDR)

Esta não é uma simples observação por leigos, a alta na busca pela Carteira Nacional de Habilitação (CNH) tipo A, para motos, foi constatada pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP). A alta na CNH de motos foi de 65%. 

Conforme apurado, o número das primeiras habilitações emitidas nesta categoria somente no mês de março apresentou um crescimento de 64,7% no Estado de São Paulo (SP), se comparado ao mês de fevereiro. Ao todo, foram 2.002 carteiras de motorista para motos em março contra 1.214 em fevereiro. 

Os números mencionados foram os maiores já registrados desde janeiro de 2020, período brevemente anterior ao início da pandemia da Covid-19 no Brasil. O crescimento analisado coincide com o encarecimento no preço da gasolina, que teve um aumento e 6,9% após o último reajuste que elevou o preço médio para R$ 7,32. 

Os números foram apurados através do Índice de Preços Ticket Log. Enquanto isso, o diretor-presidente do Detran-SP, Neto Mascellani, destacou que a alta demanda pela CNH de motos é um reflexo da crítica situação econômica enfrentada pelo país.

Na oportunidade, Mascellani alertou sobre a importância de todos os cidadãos passarem pelo processo de habilitação de modo adequado e em autoescolas credenciadas pelo Detran. Em contrapartida, o presidente da Sindautoescola-SP, acredita que os dados obtidos pelo levantamento refletem não apenas a alta dos preços nos combustíveis, como também os impactos da pandemia. 

“Em março, o principal fator pelo aumento foi a alta dos combustíveis […] Mas, durante a pandemia, a procura deu sinais de evolução, pois muitas pessoas que perderam ou tiveram o salário reduzido”, afirmou José Guedes Pereira.

Vale lembrar que, além dos benefícios econômicos, as motocicletas são mais eficientes no deslocamento, especialmente em cidades grandes e com fluxo intenso no trânsito. Justamente por serem menores, as motocicletas trafegam com mais rapidez que um carro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.