Pensando em comprar imóvel? Preço da casa própria sobe 1,6%

Uma pesquisa recente, organizada pelo Datafolha e pelo QuintoAndar, revelou que ter a casa própria é um desejo de 87% dos brasileiros. Mas realizar esse sonho tem se tornado mais difícil, conforme o custo para adquirir um imóvel cresce no país.

É isso o que aponta o índice FipeZap, que acompanha os preços do mercado imobiliário em 50 cidades do Brasil. No primeiro trimestre do ano, o preço do metro quadrado ficou em média 1,58% mais caro. O maior aumento veio no mês de março: 0,55% de elevação média.

Agora, o metro quadrado está valendo em média R$ 7.981 nas cidades pesquisadas. Baseado nesse valor, o brasileiro precisaria gastar agora R$ 518 mil para adquirir um imóvel padrão, de 65m² e dois cômodos.

Mas os valores podem variar bastante a depender da cidade. De acordo com o FipeZap, o metro quadrado mais caro do país é o da cidade de Balneário Camboriú, no litoral de Santa Catarina: R$ 9.888. Lá, a variação de preço no primeiro trimestre foi de 5,16%. Quando se analisa a variação nos últimos doze meses, também chegamos a um número impressionante: 24,93%.

São Paulo, com seu mercado imobiliário reconhecidamente inflacionado, não fica muito atrás. Na capital paulista, o preço do metro quadrado agora é de R$ 9.831, após elevação de 1,31% nos três primeiros meses do ano.

No outro extremo, Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, apresenta o metro quadrado mais barato do país: R$ 3.334 em média.

Já em relação às variações do preço do metro quadrado, as seguintes capitais se destacam: Goiânia (+6,95%), Vitória (+6,01%), Campo Grande (+5,71%), Maceió (+3,72%), Fortaleza (+3,34%) e Manaus (+3,12%).

A principal explicação para esses aumentos está na elevação dos custos de produção para as construtoras. O Índice Nacional da Construção Civil (INCC), que é a principal referência para entender os custos no setor, aumentou 21,76% entre setembro de 2020 e o fim de 2021.

Dicas para economizar

Nesse cenário de inflação no setor imobiliário, que atinge inclusive os alugueis, adquirir a casa própria requer cada vez mais planejamento financeiro. Para conseguir economizar na compra, especialistas recomendam, por exemplo, adquirir um imóvel ainda na planta, cujo preço tende a ser menor do que o imóvel já construído.

Outra dica preciosa é aproveitar o programa Casa Verde e Amarela do governo federal, que oferece taxas reduzidas no financiamento imobiliário para famílias com renda mensal de até R$ 7 mil.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.