É possível tirar o CPF pela internet?

Todo cidadão de cada país deve ser legalmente identificado de alguma maneira, normalmente através de um documento oficial. No Brasil, o método utilizado é o Cadastro de Pessoa Física (CPF), cujo processo de retirada tem sido facilitado cada vez mais.

O CPF consiste em uma espécie de banco de dados administrado pela Receita Federal, utilizado para uma vasta gama de finalidades. Entre elas estão a declaração do Imposto de Renda (IR), cadastros em lojas, plataformas de serviços, e tantos outros. Em tese, é como se fosse o número de série de cada brasileiro. 

Com o passar do tempo, foi retirada a exigência de uma idade mínima para a retirada desta inscrição. Isso quer dizer que até os recém nascidos podem retirar o CPF. A emissão do documento também está disponível para estrangeiros residentes no Brasil e também para brasileiros no exterior.

Porém, é importante reforçar que a inscrição do CPF é feita uma única vez, se tornando um documento exclusivo e definitivo para cada cidadão. Mas assim como todo e qualquer outro procedimento legal, é preciso reunir alguns documentos para tal emissão. Em todos os casos, a documentação necessária é a seguinte:

  • Documento de identificação oficial com foto do interessado;
  • Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento, caso não conste no documento de identificação oficial apresentado a naturalidade, a filiação e a data de nascimento; e
  • Título de eleitor ou documento que comprove o alistamento eleitoral (obrigatório para maiores de 18 anos e menores de 70 anos).

Jovens com idade entre 16 e 17 anos

  • Documento de identificação oficial com foto do solicitante (um dos pais), se for o caso.

Menores de 16 anos de idade

  • Documento de identificação oficial com foto do solicitante (um dos pais, tutor, ou responsável pela guarda); e
  • Documento que comprove tutela ou responsabilidade pela guarda, conforme o caso, do incapaz.

Casos de representação legal

  • Documento de identificação oficial com foto do solicitante;
  • Documentos que comprovem a representação legal, como procuração, tutela, termo de curatela, termo de compromisso de inventariante, etc., conforme o caso;
  • Certidão de óbito, se o CPF for para pessoa falecida.

No entanto, mesmo com tamanha abrangência do CPF, a emissão do documento ainda não pode ser feita por via online. Apenas a etapa de preenchimento do formulário pode ser feita virtualmente através do site da Receita Federal. 

Contudo, existem links específicos a serem acessados para cada tipo de cidadão. Confira:

  • Brasileiro residente no país deve acessar este link;
  • Brasileiro residente no exterior deve acessar este link;
  • Estrangeiro residente no Brasil deve acessar este link;

Na hipótese de o formulário online gerar um protocolo de atendimento, é necessário apresentá-lo junto aos documentos exigidos pela Receita Federal na unidade competente.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.