12 planos de saúde têm vendas suspensas pela ANS; confira lista completa

Mais uma vez a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu suspender a venda de planos de saúde. Desta vez, 12 planos de saúde foram afetados após a agência receber diversas reclamações feitas pelos consumidores. 

A atitude tomada pela ANS consiste em um sistema de monitoramento executado pela agência reguladora. Portanto, uma média de seis operadoras são atingidas, entre elas: duas unidades da Unimed, Oral Class e Saúde Sim. Juntas, essas instituições oferecem planos de saúde para 83 mil clientes. 

As operadoras dos planos de saúde ganharam um prazo para se adequarem à nova norma. Sendo assim, a suspensão passará a vigorar a partir do dia 22 de março, próxima terça-feira. Como consequência, a comercialização dos serviços e a aquisição de novos clientes poderá voltar a ocorrer somente se as operadoras assegurarem melhores condições na cobertura assistencial. 

De acordo com a ANS, mais de 33 mil reclamações envolvendo planos de saúde foram feitas entre o período de outubro a dezembro de 2021, e que agora foram analisadas justificando a iniciativa de suspensão. 

Vale lembrar que há um ano atrás, a ANS tomou a mesma atitude de suspender temporariamente a venda de planos de saúde mediante as mesmas reclamações sobre a cobertura assistencial. Em ocasião anterior, mais precisamente no último trimestre de 2020, cinco operadoras haviam sido afetadas pela mesma medida. 

“Ao todo, 83.286 beneficiários ficam protegidos com a medida, já que esses planos só poderão voltar a ser comercializados para novos clientes se as operadoras apresentarem melhora no resultado no monitoramento”, informou a ANS.

Mas as ações da ANS não se limitam apenas à suspensão de vendas, pois também foi divulgada a lista de planos de saúde autorizados a retomar as comercializações. Desta forma, no ciclo atual 11 planos de quatro operadoras diferentes terão a venda liberada. 

É papel do programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento da ANS acompanhar regularmente o desempenho do setor no que compete ao acesso dos beneficiários dos planos de saúde às coberturas contratadas.

Assim, é essencial considerar se o descumprimento nas normas, como os prazos máximos para realização de consultas, exames, cirurgias ou negativa de qualquer cobertura contratada.

É importante explicar que, quando uma operadora é notificada pela ANS sobre a suspensão da venda de planos de saúde, ela fica impedida de registrar todo e qualquer novo plano dos tipos suspensos. Clicando neste link você pode conferir a lista completa dos planos suspensos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.