Plano de Saúde ou Seguro Saúde? Saiba quando contratar cada um deles

O Plano de Saúde e o Seguro Saúde têm como objetivo oferecer assistência médica e hospitalar aos seus clientes. Porém, no último caso, os consumidores têm a liberdade de escolher os médicos, hospitais e laboratórios.

O Plano de Saúde é um serviço fornecido por uma empresa privada que disponibiliza uma rede de atendimento médico, contando com laboratórios, psicólogos, nutricionistas, entre outros. Dessa maneira, possui um quadro específico com clínicas e profissionais cadastrados.

Já com o Seguro Saúde, o consumidor pode receber o atendimento de profissionais e entidades que não sejam conveniados. Sendo assim, o cliente tem o gasto médico reembolsado, de acordo com o tipo de seguro contratado. O serviço é válido em todo o país.

Algumas categorias de Plano de Saúde oferecem a livre escolha dos profissionais e clínicas e o seu reembolso. Porém, a ação deve estar prevista no contrato assinado pelo consumidor, não sendo uma ação muito comum no setor. Veja abaixo alguns tipos de modalidades:

  • Individual: é personalizada para um único indivíduo;
  • Familiar: estende-se aos familiares diretos do contratante, o que inclui pai, mãe, cônjuge e filhos;
  • Coletivo: contratado por um grupo de pessoas, normalmente em associações de classes, sindicatos etc.;
  • Empresarial: direcionado para empresas públicas e privadas que desejam atender seus colaboradores. Ele é debitado diretamente na folha de pagamento do funcionário, reduzindo parte da burocracia.

Considerando a margem de cobertura existem diferentes tipos de planos. Porém, todos estão reunidas em dois grandes grupos: os de referência e os segmentados. O primeiro garante coberturas amplas a tratamentos, exames, cirurgias e até transplantes.

Já os planos segmentados são mais específicos e podem ser: ambulatorial, hospitalar, hospitalar com obstetrícia e odontológico. Cada um possui uma especificidade e fica limitado a apenas esse serviço.

Diante disso, a principal diferença entre o Plano de Saúde e o Seguro Saúde é a amplitude do contrato. Sendo assim, com o seguro o consumidor não a limitado à rede de profissionais, clínicas, hospitais e laboratórios imposta pela operadora.

A ANS (Agência Nacional de Saúde) é a responsável por fiscalizar e regulamentar tanto os planos de saúde quanto os seguros saúde. O órgão fiscaliza os seguros de saúde desde 2001, com base na Lei 10.185/01.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.