13º salário do INSS realmente será pago em março?

São tantas as novidades anunciadas recentemente no INSS que os beneficiários ficam cheios de dúvidas. Muitas delas estão relacionadas ao 13º salário, benefício extra concedido para muitos segurados. Afinal, quando o décimo terceiro do INSS será pago? Qual será o seu valor? Quem pode receber? Entenda a seguir.

O calendário de pagamentos do 13º salário foi divulgado em fevereiro. Neste ano, o benefício extra será pago em duas parcelas, com datas diferentes de acordo com o Número do Benefício e com o valor do benefício. Não haverá antecipação, como ocorreu em 2020 e 2021.

A primeira parcela será paga entre agosto e setembro, junto com o benefício regular. A segunda parcela será paga entre novembro e dezembro, também junto com o benefício regular.

Os depósitos começarão por quem recebe um salário mínimo. Os depósitos para quem recebe valores maiores, até o teto do INSS (R$ 7.087,22) começam mais tarde. Veja como ficou:

1ª parcela para quem recebe um salário mínimo (R$ 1.212)

Final 1: 25/08
Final 2: 26/08
Final 3: 29/08
Final 4: 30/08
Final 5: 31/08
Final 6: 1/09
Final 7: 2/01
Final 8: 5/09
Final 9: 6/09
Final 0: 8/09

2ª parcela para quem recebe um salário mínimo (R$ 1.212)

Final 1: 24/11
Final 2: 25/11
Final 3: 28/11
Final 4: 29/11
Final 5: 30/11
Final 6: 1/12
Final 7: 2/12
Final 8: 5/12
Final 9: 6/12
Final 0: 7/12

1ª parcela para quem recebe mais de um salário mínimo

Final 1 e 6: 1/09
Final 2 e 7: 2/09
Final 3 e 8: 5/09
Final 4 e 9: 6/09
Final 5 e 0: 8/09

2ª parcela para quem recebe mais de um salário mínimo

Final 1 e 6: 1/12
Final 2 e 7: 2/12
Final 3 e 8: 5/12
Final 4 e 9: 6/12
Final 5 e 0: 7/12

Quem pode receber?

O décimo terceiro do INSS será concedido para os seguintes benefícios:

Benefícios temporários também recebem um abono proporcional. Fica de fora, por exemplo, o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

E o 14º salário?

O 14º salário do INSS vem sendo aguardado há bastante tempo, mas ainda não saiu. O projeto de lei que cria o benefício prevê que ele seria concedido em março de 2022 e março de 2023. Mas o PL ainda não foi aprovado pela Câmara dos Deputados, onde tramita desde 2020, e ainda precisa ser aprovado no Senado e sancionado pelo presidente.

Desse modo, é bem provável que o 14º salário não seja depositado em março. Seu valor seria de um salário mínimo até dois salários mínimos. Poderiam receber os mesmo beneficiários que têm direito ao 13º.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.