Criptomoedas também têm investimento em renda fixa? Conheça o staking

Depois de sofrer algumas quedas no mercado de criptomoedas e atenos a cobrança de imposto sobre o prejuízo dos bitcoins, os investidores passaram a voltar sua atenção para uma outra modalidade de investimento parecida com a renda fixa negociadas em bolsas tradicionais.

Denominado de staking, é um produto financeiro que é menos compreendido, porém, ele é mais quente no mundo dos ativos digitais e suas recompensas são mais lucrativas, com cerca de mais de 70% de todos os tokens emitidos em muitas redes foram travadas em staking no final do ano passado, de acordo com Staking Rewards. 

O staking tem crescido, por conta do aspecto baseado em incentivos da criptomoeda, onde várias novas moedas e blockchains estão competindo por validadores, prometendo retornos anuais estratosféricos na forma de novas moedas.

O que é Staking?

O stalking é  a forma menos arriscada do que algumas outras estratégias DeFi, como o yield farming, para obter rendimentos criptoativos.

Inicialmente,as novas blockchains que oferecem recompensas impressionantes geralmente são opções mais arriscadas pois correm o risco de não atrair volume suficiente de transações e tornar as moedas recompensadas sem valor. 

Porém, como investidores tradicionais investem em títulos do tesouro direto para equilibrar com a inflação, os investidores de criptomoedas que mantêm suas estratégias a longo prazo podem considerar investir em staking em busca de rendimentos que empatam com a inflação das criptomoedas. 

Em blockchains de prova de participação (PoS), os estoques de moedas ajudam a rede a solicitar transações, e esses estoques recebem novos tokens que a rede emite como recompensa pelo trabalho.

Os tokens travados em staking, são depositados em uma conta de garantia.

Com o aumento de staking no mercado de criptomoedas,as moedas apostadas normalmente levam semanas para serem retiradas das carteiras digitais em que estão bloqueadas e, atualmente, o Ether cadeado não pode ser retirado. Isso pode contribuir potencialmente para o aumento da volatilidade do mercado.

Ethereum

A moeda foi lançada em dezembro de 2020, e seu uso disparou no ano passado, para US$ 29 bilhões investidos atualmente, a maior quantia de qualquer cadeia, de acordo com o rastreador de dados beaconcha.in. Como incentivo adicional, houve a concessão de mais moedas como recompensa aos primeiros apostadores.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.