Trybe oferece oportunidade de formação na área de tecnologia em Pernambuco

Pontos-chave
  • Mercado de tecnologia é um dos que melhor paga no país e tem vagas sobrando. Escola pioneira na América Latina inova com modelo inclusivo em que o aluno pode só pagar pelo curso após formado e empregado na área
  • Com uma rede de mais de 300 empresas parceiras, como CI&T, Ford, Localiza, Méliuz, Thoughtworks e XP, Trybe alia inovação e impacto social, atuando ativamente para ajudar na contratação dos seus estudantes
  • Mais de 90% dos profissionais formados na Trybe conseguem trabalho na área de tecnologia em até três meses após a conclusão do curso, que é totalmente online e tem duração de 12 meses

Um em cada três brasileiros de 18 a 24 anos não tem emprego, de acordo com os dados mais recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Mas sobram vagas na área de tecnologia, que é também uma das que melhor paga no país, com uma média salarial 2,5 vezes superior à média nacional.

De acordo com a  Brasscom, o Brasil terá um déficit de profissionais de tecnologia de 530 mil vagas até 2025. Todos os países precisam de desenvolvedores para competir num mundo cada vez mais digital. Além disso, o surgimento de novas tecnologias e tendências como NFT, metaverso, blockchain e internet das coisas, tornam o setor mais atrativo e competitivo para os profissionais que estão em constante atualização. Entretanto, jovens talentos espalhados pelo país não encontram oportunidades na área justamente pela falta de capacitação.

Com um modelo pioneiro e inclusivo em que o aluno pode só pagar apenas após formado e empregado na área, a escola de tecnologia e startup Trybe quer ajudar a mudar esse cenário e dar a oportunidade para que mais brasileiros ingressem nesse mercado. A edtech, referência na formação de profissionais da área, anuncia os últimos dias para inscrição na nova turma do seu curso de programação, que vai formar 660 desenvolvedores. As inscrições estão abertas até o dia 20/02 e os interessados podem se inscrever no processo seletivo no site da Trybe.

A metodologia de ensino da startup é própria e exigente. São seis horas de dedicação diárias, considerando estudos e aulas online e ao vivo, que vão de segunda a sexta-feira, ao longo de 12 meses. Além disso, as pessoas dedicam, ao menos, duas horas de estudo adicional diariamente. As pessoas estudantes aprendem desenvolvimento web (são quatro os módulos no período) e desenvolvem habilidades socioemocionais. Mais de 200 000 pessoas já se inscreveram para estudar na edtech fundada em 2019.

Fazem parte da formação desde mentorias para edição do perfil no LinkedIn até um programa de preparação recorrente para processos seletivos. Para estudar na Trybe, não é preciso ter conhecimento prévio em programação. Os requisitos são: ser maior de 18 anos; ter no mínimo, o Ensino Médio completo, disponibilidade para acompanhar as aulas ao vivo e as atividades do curso de segunda a sexta-feira, ter acesso a um computador com webcam, fone de ouvido e microfone.

Sobre a Trybe

Fundada em agosto de 2019 por Claudio Lensing, João Daniel Duarte, Marcos Moura, Matheus Goyas e Rafael Torres, a Trybe é uma escola de tecnologia que oferece uma formação de alta qualidade em programação e totalmente focada no sucesso profissional dos estudantes. Mas, detalhe importante, a pessoa estudante  da Trybe pode só pagar pelo seu curso quando estiver empregada. Mais de 90% dos profissionais formados pela Trybe conseguem trabalho em tecnologia em até três meses após a conclusão do curso.

Mais de 200 mil pessoas já se inscreveram para estudar na Trybe. A edtech já recebeu US$ 48 milhões em três rodadas de captação – seed, Série A e Série B – que contaram com a participação de investidores de peso como Base Partners, Untitled, XP Inc. Atlantico, Canary, Igah, Global Founders Capital, Endeavor Scale Up Ventures, Verde, Luxor e Maya Capital, além de profissionais renomados como José Galló, Nizan Guanaes, Arminio Fraga e Hans Tung. Anteriormente, os sócios fundadores da edtech criaram o AppProva, ferramenta gratuita que já ajudou milhões de estudantes na preparação de exames como Enem e OAB, vendida para a Somos Educação em 2017. Para mais informações, acesse www.betrybe.com.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Victor Barboza
Editor-chefe do portal de notícias FDR. É responsável por toda a apuração e compartilhamento de informações, sempre presando pela qualidade e independências das notícias veiculadas. Especialista em finanças. Possui MBA em Gestão de Negócios pela USP e Graduação em Gestão Financeira pela Estácio. Possui especializações e trabalhos acadêmicos nas áreas de educação financeira, investimentos, fintechs, gestão empresarial e psicologia econômica. É fundador da GFCriativa e Co-Fundador da Fincatch. Trabalhou com gestão financeira nas startups Tendere e Strategy Manager.