Auxílio Brasil: retroativo do mês de novembro não será pago? Ministro responde

O ministro da Cidadania, João Roma, vem se destacando na gestão dos benefícios sociais do governo, entre eles o Auxílio Brasil. Em mais uma entrevista concedida à imprensa, dessa vez ao portal UOL, o ministro esclareceu dúvidas sobre o programa, inclusive com relação ao retroativo de novembro, tão esperado pelas famílias que receberam a primeira parcela.

Perguntado se o retroativo seria pago ou não, João Roma respondeu:

“Não. Infelizmente a tramitação da PEC [dos precatórios] só se concluiu em dezembro e graças a Deus conseguimos iniciar o pagamento do Auxílio Brasil com o mínimo de R$ 400 em dezembro. O de novembro não foi possível o pagamento, pois ainda não havia sido aprovada a PEC.”

Outro ponto abordado foi o fim do auxílio emergencial, que teria deixado os mais vulneráveis “apenas” com o Auxílio Brasil. Veja a resposta do ministro:

“Não se pode chamar o Auxílio Brasil de ‘apenas’. Ele é o novo programa de transferência de renda do governo federal, que vem de forma mais robusta, com uma quantidade maior de brasileiros […] A opção do governo federal foi justamente focar na população mais necessitada”

João Roma complementou dizendo que outras iniciativas, como a Tarifa Social de energia elétrica e o auxílio gás, também ajudarão a diminuir os impactos da pandemia de Covid-19.

Auxílio Brasil e eleições

O ministro da Cidadania negou que o Auxílio Brasil seja de cunho eleitoreiro, reforçando que o programa tem um “caráter transformador”.

Afirmou, ainda, não ter dúvidas de que o presidente Bolsonaro conseguirá a reeleição este ano, apesar dos resultados desfavoráveis nas últimas pesquisas de intenção de voto. Segundo João Roma, a opinião dos brasileiros, sobretudo a dos mais carentes, mudará conforme o “caráter transformador” dos programas do governo for sentido.

Questionado se se candidataria ao governo da Bahia, o ministro respondeu que a decisão cabe ao seu partido, o Republicanos, mas que essa é sua intenção. Caso isso se concretize, ele sairia do ministério em abril.

Auxílio Brasil em 2022

O Auxílio Brasil já começou a ser pago neste ano, com as primeiras parcelas sendo repassadas ontem (18), para quem tem NIS terminando em 1. O pagamento de janeiro segue até o dia 31, para quem tem NIS com final 0.

O programa tem o valor mínimo de R$ 400 garantido até o fim de 2022. No momento, são cerca de 17,5 milhões de beneficiários e a intenção do governo é expandir esse número, dedicando R$ 89 bilhões em recursos neste ano.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.