Fundos de investimento: confira quais foram as melhores gestoras de 2021

Cada vez mais, os brasileiros se interessam pelos investimentos. Em outubro, a bolsa brasileira registrou a marca histórica de 4 milhões de contas. Em meio a isso, descubra quais foram as gestoras de fundos de investimento com os principais desempenhos em 2021, segundo a Economatica Brasil, via Estadão.

Fundos de investimento: confira quais foram as melhores gestoras de 2021
Fundos de investimento: confira quais foram as melhores gestoras de 2021 (Imagem: Montagem/FDR)

Entre o ano passado e este ano, o mercado financeiro passou por dois movimentos. Por conta dos cortes na taxa Selic, muitas pessoas físicas passaram a integrar a bolsa de valores.

Contudo, desde março deste ano, o Banco Central (BC) voltou a aumentar a taxa básica de juros. Como resultado, foi registrado uma migração de capital dos fundos de renda variável para os fundos de renda fixa.

Diante disso, os investimentos conservadores tiveram captação recorde entre janeiro e novembro — de R$ 275,3 bilhões.

Este movimento fica visível no ranking das gestoras que mais captaram recursos neste ano, contra as que mais atraíram clientes. As cinco gestoras com mais captação são bancos tradicionais, conforme dados da Economatica Brasil — que considerou as gestoras de fundos 555.

Ao Estadão, o analista da O2 Research, Mario Goulart, afirma que os maiores bancos do Brasil “captam quase por inércia”. Ele ainda declara que os fundos são mais conservadores, e muitos alocaram com essa proposta.

Já as gestoras que mais atraíram cotistas possuem um perfil diferente. Mesmo que tenham casas tradicionais na lista, o ranking é dominado por instituições independentes — que possuem fundos com perfil mais arrojado.

Gestoras de fundos de investimento com maiores captações em 2021

  1. BB Gestao de Recursos Dtvm: R$ 167 bilhões
  2. Caixa Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários: R$ 51,4 bilhões
  3. Itaú Unibanco: R$ 46,6 bilhões
  4. Caixa Vida e Previdência: R$ 14 bilhões
  5. Bram – Bradesco Asset Management: R$ 12,1 bilhões
  6. BTG Pactual: R$ 11,6 bilhões
  7. Xp Allocation Asset Management R$ 11,2 bilhões
  8. ARX Investimentos R$ 11,1 bilhões
  9. Fundação Petrobras de Seguridade Social R$ 10,4 bilhões
  10. Dynamo Administração de Recursos R$ 9,6 bilhões

Gestoras de fundos de investimento que mais atraíram cotistas em 2021

  1. Xp Allocation Asset Management: variação de 478,7 mil cotistas
  2. Nu Investimentos: variação de 391,3 mil cotistas
  3. Caixa Dtvm: variação de 278,3 mil cotistas
  4. Bram Bradesco Asset Management: variação de 181,5 mil cotistas
  5. Vitreo Gestao de Recursos: variação de 160,3 mil cotistas
  6. Itaú Unibanco: variação de 148,4 mil cotistas
  7. Hashdex: variação de 104,2 mil cotistas
  8. Western Asset: variação de 96,7 mil cotistas
  9. Carbon Asset Management: variação de 93,8 mil cotistas
  10. Trígono Capital: variação de 86,8 mil cotistas

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.