Criptomoedas terão queda gigantesca nos próximos meses, segundo Trump

Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, voltou a disparar críticas as criptomoedas ao defender o dólar. De acordo com o que ele disse em conversa com a Fox Business, as moedas digitais terão uma queda maior que a das empresas de tecnologia nos anos 2000.

Trump aproveitou a ocasião para falar a respeito do empreedimento de sua esposa, Melania Trump, no setor de NFTs, dizendo que ela está indo muito bem em seus negócios.

Devemos ressaltar que mesmo que muitos projetos nos mais variados setores acabem, os melhores sempre ficam no topo, como no setor de tecnologia e das criptomoedas.

Bitcoin

As defesas públicas de Donald Trump ao dólar não são inéditas. No mês de outubro, o ex-presidente se mostrou preocupado com o bitcoin e também com a CBDC da China.

É interessante que Trump seja contra as criptomoedas enquanto sua esposa está apostando no mercado dos NFTs. De acordo com Melania, seu trabalho reúne suas duas paixões, a arte e a possibilidade de ajudar outras pessoas.

Mesmo com isso, Trump não está seguro sobre o papel das cripto, pois sua posição patriota faz com que ele fique do lado dos interesses do Estado, que pode enfraquecer ao perder o controle sobre a impressão de dinheiro.

“Eu quero uma moeda chamada Dólar, eu não quero ter todas essas outras, e elas podem ter uma explosão algum dia, do tipo que nunca vimos. Isso fará com que a grande explosão das empresas de tecnologia pareça coisas de bebê. Eu acho que é uma coisa muito perigosa.”

Empresas de tecnologia dominam mercado 

Mesmo com a crise das empresas de tecnologia no início dos anos 2000, elas hoje são justamente as mais valiosas do mundo. Apple, Microsoft, Google e Amazon tem uma capitalização de mercado média de 2,2 trilhões de dólares cada uma.

É claro que o mesmo movimento pode ser notado nas criptomoedas, pois a a cada ciclo de altas várias delas saem do top 10 e algumas chegam a amargar perdas maiores que 80%. Porém, a mais de 10 anos o bitcoin se mantém no topo e o Ethereum vem o alcançando.

Dito isso, é possível que grande parte das criptomoedas acabem, no entanto, projetos com valor tendem a ficar no mercado por muito tempo. 

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.