Tecnologia do Bitcoin já possibilita negociação de dívidas; confira como

O uso da tecnologia no mercado financeiro já possibilita negociação de dívidas com o Bitcoin, criptomoeda que utiliza tecnologia de blockchain. A tecnologia deve revolucionar os contratos privados de crédito com a permissão da criação de tokens, saiba como.

publicidade

As negociações de dívidas com blockchain indicam uma tendência para o setor, o uso da tecnologia no mercado brasileiro deve contemplar também outros projetos. Através da tecnologia é possível que as empresas de capital fechado negociem os títulos de dívidas.

No último mês de novembro, o Banco Central (BC) aprovou a criação da OTC Brasil, projeto pertencente ao “sandbox” regulatório. Segundo Paulo Oliveira, presidente da empresa, a tecnologia de registro descentralizado de informações, blockchain, foi escolhida por não necessitar de um “super firewall”, dependendo apenas da validação de uma informação distribuída por várias máquinas.

 “A OTC vai democratizar as emissões de dívida devido à tecnologia blockchain. O valor mínimo de emissão é de R$ 20 milhões”, disse Paulo Oliveira. Segundo o presidente da empresa, graças ao uso da tecnologia do blockchain, será possível a redução dos custos do processo já que os gastos com bancos de investimento e advogados serão menores.

publicidade

A plataforma criada é a mais recente iniciativa do setor, dominado atualmente pela B3, de trazer infraestrutura de mercado. As empresas irão utilizar o blockchain para tokenizar os títulos de dívidas privadas e assim a OTC irá atuar como registradora e liquidante de transações dos ativos tokenizados.

 O que significa a incorporação do blockchain ao sistema financeiro do Brasil

As negociações de dívidas poderão acontecer agora fora do ambiente da bolsa. Isso porque, a blockchain garante a segurança das transações com criptoativos e valida os dados e contratos unindo as partes.

A blockchain permite ainda o rastreio, envio e recebimento de informações. Com o uso da tecnologia para possibilitar a negociação de dívidas, a expectativa é de que outras aplicações sejam possíveis em um futuro próximo.

Através do blockchain será notada a revolução nos contratos de crédito privado, já que será possível a criação de um token com as informações. Ao vencimento, o papel muda de mãos de maneira automática.

 

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.