Calendário INSS 2022: Pagamento do auxílio doença, BPC, aposentadoria e mais!

Pontos-chave
  • O Calendário INSS 2022 para aposentados e pensionistas foi divulgado na última quarta-feira (1º);
  • O primeiro pagamento para quem recebe um salário mínimo será liberado a partir do dia 25 de janeiro do próximo ano;
  • Já quem recebe mais que o piso terá os pagamentos liberados a partir de 1º de fevereiro;

O Calendário INSS 2022 para aposentados e pensionistas foi divulgado na última quarta-feira (1º). O primeiro pagamento para quem recebe um salário mínimo será liberado a partir do dia 25 de janeiro do próximo ano. Já quem recebe mais que o piso terá os pagamentos liberados a partir de 1º de fevereiro.

publicidade
Calendário INSS 2022: Pagamento do auxílio doença, BPC, aposentadoria e mais!
Calendário INSS 2022: Pagamento do auxílio doença, BPC, aposentadoria e mais! (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

O Instituto Nacional do Seguro Social divulgou nesta semana o Calendário INSS 2022, mesmo sem o valor definitivo do salário mínimo do próximo ano. A folha de janeiro irá começar a partir do dia 25 para aqueles que recebem o piso nacional.

Já os segurados que recebem mais que o salário mínimo, o Calendário INSS 2022 terá início a partir de 1º de fevereiro. Até o momento, a estimativa é que o piso nacional tenha um reajuste de 10,04%, passando a ser R$ 1.210.

publicidade

O Calendário INSS 2022 abrange 36 milhões de segurados que recebem conforme o nono dígito final do número do cartão do benefício. Dessa maneira, deve ser desconsiderado o dígito verificador (esse é o número que vem depois do traço).

Além disso, as datas de pagamento também contemplam os cidadãos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). É importante lembrar que os aposentados e pensionistas do INSS recebem sempre entre o final e o início de cada mês.

O saque pode ser feito presencialmente em qualquer agencia bancária mediante a apresentação de um documento com foto ou do cartão do INSS. Para mais informações, basta entrar em contato com a Central de Atendimento do instituto pelo telefone 135. Essa ferramenta funciona de segunda a sábado das 7h às 22h.

Calendário INSS 2022 para quem ganha até um salário mínimo

  • Janeiro de 2022 – de 25 de janeiro a 07 de fevereiro;
  • Fevereiro de 2022 – de 21 de fevereiro a 09 de março;
  • Março de 2022 – de 25 de março a 07 de abril;
  • Abril de 2022 – de 25 de abril a 06 de maio;
  • Maio – de 25 de maio a 07 de junho;
  • Junho – de 24 de junho a 07 de julho;
  • Julho – de 25 de julho a 05 de agosto;
  • Agosto – de 25 de agosto a 08 de setembro;
  • Setembro – de 26 de setembro a 07 de outubro;
  • Outubro – de 25 de outubro a 07 de novembro;
  • Novembro – de 24 de novembro a 07 de dezembro;
  • Dezembro – de 23 de dezembro a 06 de janeiro de 2023.

Calendário INSS 2022 para quem ganha acima de um salário mínimo

  • Janeiro de 2022 – de 01 a 07 de fevereiro;
  • Fevereiro de 2022 – de 03 a 09 de março;
  • Março de 2022 – de 01 a 07 de abril;
  • Abril de 2022 – de 02 a 06 de maio;
  • Maio – de 01 a 07 de junho;
  • Junho – de 01 a 07 de julho;
  • Julho – de 01 a 05 de agosto;
  • Agosto – de 01 a 08 de setembro;
  • Setembro – de 03 a 07 de outubro;
  • Outubro – de 01 a 08 de novembro;
  • Novembro – de 01 a 07 de dezembro;
  • Dezembro – de 02 a 06 de janeiro de 2023.
(Imagem: Previdência Social)
publicidade

Salário mínimo de 2022 e o teto do INSS

No mês de janeiro o Governo Federal irá definir, por meio de uma Medida Provisória, o valor do salário mínimo de 2022. O reajuste tem como base o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O saque pode ser feito presencialmente em qualquer agencia bancária mediante a apresentação de um documento com foto ou do cartão do INSS. Em problemas ou dúvidas, basta entrar em contato com a Central de Atendimento do INSS pelo telefone 135, que tem seu funcionamento disponível segunda a sábado das 7h às 22h (horário de Brasília).
Calendário INSS 2022: Pagamento do auxílio doença, BPC, aposentadoria e mais! (Imagem: montagem/FDR)

O INPC mostra o custo de vida no Brasil no ano. Esse índice mostra também a inflação média de vários produtos e serviços. Em 2021, alguns subitens passaram por altas que variam de 11% a 44%, como é o caso dos cp0msbustíveis que acumula um reajuste de 44,94%.

publicidade

Até o momento, a projeção é de um reajuste de 10,04%, passando o piso nacional deste ano de R$ 1.100 para R$ 1.210. Com isso, trabalhadores e segurados do INSS terão reajuste no salário e nos benefícios.

Além disso, o teto do INSS também sofre reajuste, com base na alteração do piso nacional. O teto é o limite de pagamento realizado pela Previdência Social aos seus contribuintes. Neste ano, o valor é de R$ 6.433,57, mas com a nova projeção esse limite deve ser estendido para R$ 7.079,50.

Apenas no dia 11 de janeiro do próximo ano, o IBGE irá divulgar o resultado da inflação medida no acumulado entre os meses de janeiro e dezembro de 2021. Sendo assim, esse será o INPC definitivo que será aplicado nos benefícios do INSS e no salário mínimo.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.