Lula tem aposentadoria de R$ 35 mil por anistiado político? Descubra a verdade!

Campanha eleitoral de 2022 gera fake news em torno de seus candidatos. Na última semana, começou a circular nas redes sociais uma suposta notícia afirmando que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estaria recebendo uma aposentadoria de R$ 35 mil. A informação ganhou espaço na imprensa, sendo questionada pelas bases políticas

O ano está prestes a ser encerrar e com isso será iniciada a campanha eleitoral de 2022 para os presidentes. Os principais candidatos até o momento são o atual chefe de estado, Jair Bolsonaro, e o petista Lula.

Sobre este segundo, começaram a vazar valores falsos de sua aposentadoria, com um suposto pagamento de R$ 35 mil por ser anistiado político.

Qual o real salário de Lula?

De acordo com a assessoria de imprensa de Lula, o ganho mensal do ex-presidente não corresponde com os fatos compartilhados na internet. Em 2017, o candidato recebia R$ 8.902.04, período que houve também uma “acumulação do pagamento de alguns meses por uma questão burocrática”. Atualmente, no entanto, o valor do benefício fica em torno de R$ 10.354,12.

Segundo o portal G1, a informação pode ser comprovada como falsa uma vez em que o extrato compartilhado na internet é falto. O portal explicou que o pagamento de R$ 8 mil de Imposto de Renda é irreal.

Lula é aposentado desde 1992, quando perdeu seus direitos sindicais e foi destituído do cargo de presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP) durante a Ditadura Militar.

Eleições de 2022

Na última semana, Lula esteve viajando pela Europa para estreitar laços políticos para sua campanha no próximo ano. Ele visitou o presidente da França, sendo recebido com honra. Além disso, participou de uma série de reuniões com importantes figuras políticas do mundo.

Durante seu discurso, reforça sua preocupação com a democracia e caracteriza a necessidade emergente de tirar o Brasil novamente do mapa da fome. É válido ressaltar que Lula foi o único presidente brasileiro homenageado pelas Organizações das Nações Unidas (ONU) por sua forte política social em combate a miséria no país.

Até o momento o nome de seu vice candidato não foi confirmado, mas há especulações de que tentará se aliar a partidos do centro para se aproximar do mercado financeiro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.