Dois aplicativos que dão acesso a consulta do valor do Auxílio Brasil

A primeira parcela do Auxílio Brasil começou a ser paga para 14,6 milhões de famílias em situação de vulnerabilidade social na última quarta-feira, 17. Neste primeiro momento, o substituto do Bolsa Família contempla somente os cidadãos que já estavam oficialmente incluídos no antigo programa social. 

Dois aplicativos que dão acesso a consulta do valor do Auxílio Brasil
Dois aplicativos que dão acesso a consulta do valor do Auxílio Brasil. (Imagem: FDR)

Mas diante das promessas anunciadas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, em ampliar o número de beneficiários para 17 milhões de famílias, muitos continuam na esperança sobre a possibilidade de receber o benefício. Enquanto isso, tantos outros permanecem sem saber ou não sobre a elegibilidade ao Auxílio Brasil.

Para sanar essas dúvidas, a Caixa Econômica Federal (CEF), instituição financeira responsável pelos pagamentos, disponibilizou alguns meios para que os cidadãos possam consultar o valor do Auxílio Brasil.

Um deles, é um aplicativo próprio criado exclusivamente para o programa, o qual já está disponível para download nos sistemas Android e iOS.

O outro é o aplicativo já conhecido por todos, o Caixa Tem. A plataforma foi criada no ano passado para unificar os pagamentos do auxílio emergencial e, diante da praticidade que levou ao uso do próprio Governo Federal para viabilizar outros benefícios, a Caixa decidiu mantê-lo ativo. Agora, seu uso dará vez ao Auxílio Brasil

O Caixa Tem se popularizou devido à diversidade de serviços e ferramentas disponíveis ao cliente sem o custo de nenhuma taxa de uso. A plataforma oferece os principais meios de transação de valores, como a consulta do saldo, transferências e pagamentos via TED, DOC e PIX, recarga de celular, consulta ao benefício, cartão de débito virtual, pagamento de boletos online, e muito mais. 

Consulta no aplicativo Auxílio Brasil 

Para consultar o valor do benefício pelo aplicativo recém criado do Auxílio Brasil, o cidadão precisa ter em mãos o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e do Número de Identificação Social (NIS).

Vale mencionar que os beneficiários do antigo Bolsa Família que já possuíam a versão antiga do programa, devem apenas atualizá-lo. 

Feito isso, basta acessar a plataforma e clicar na opção “consultar” para verificar se o valor inicial de R$ 217,18, já foi depositado. Com o benefício em mãos, basta usá-lo da maneira que achar mais conveniente.

Consulta no aplicativo Caixa Tem

Os cidadãos que já recebiam o Bolsa Família e, por consequência, o auxílio emergencial, já possuem uma conta do Caixa Tem. Considerando que o público do Auxílio Brasil é o mesmo que recebia o Bolsa Família até o mês de outubro, não será preciso criar uma nova conta poupança social digital. 

Por isso, basta acessar o aplicativo Caixa Tem e clicar em “mostrar saldo”. Em seguida, o usuário será redirecionado a uma página onde deverá autenticar a conta comprovando que ele é o titular, para somente então ter acesso aos valores.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.