Com a alta da gasolina, carro ou app de transporte é a solução mais vantajosa?

Ter um carro a sua disposição para te levar onde desejar é uma das melhores coisas que o dinheiro pode comprar. Porém, de uns anos pra cá, com a popularização dos aplicativos de mobilidade urbana, já é possível se locomover com praticidade gastando menos.

Além disso, com a alta do combustível e demais impostos que o veículo necessita para estar regularizado, surge a dúvida: comprar um carro próprio ou utilizar os aplicativos de transporte, como Uber e 99pop? As duas opções tem vantagens e desvantagens, confira!

O carro é a melhor saída para pessoas que se locomovem muito, carregam bagagem e sempre estão com outras pessoas. Já os aplicativos são melhores para quem se locomove menos e sozinhos.

Para te ajudar a tomar esta decisão, confira as vantagens e desvantagens de cada opção. 

Aplicativos de corridas

Os consumidores podem optar por aplicativos como Uber, 99pop e Cabify. 

  • Vantagens 

Para utilizar estes aplicativos, é preciso somente baixar no celular, se cadastrar e pedir uma corrida. Neste caso, o usuário paga somente pela corrida. Não existem custos com a manutenção, combustível, IPVA, seguro, multas entre outras coisas.

Os aplicativos também são a melhor opção para quem percorre distâncias pequenas como para ir ao trabalho, para a faculdade, entre outros.

Como você está como passageiro, é possível aproveitar o tempo dentro do carro para fazer outras coisas como uma ligação, enviar um e-mail, conversar, etc. Caso você insira bebidas alcoólicas, os aplicativos são a única opção possível para você. 

  • Desvantagens 

O custo do quilômetro rodado dos aplicativos é mais caro quando comparamos com o gasto do carro próprio. Sendo assim, só vale a pena se o trajeto for curto.

Outro ponto negativo é ter que contar com a disponibilidade no momento que precisa. Caso esteja em um momento de alta demanda, os preços podem subir de forma acentuada.

Carro próprio 

Comprar um carro vai além da necessidade de conforto e praticidade. É um sonho para muitas famílias, assim como a casa própria. 

  • Vantagens 

Com o carro próprio, o usuário tem liberdade e independência. É possível se deslocar quando quiser sem se preocupar com a demanda dos apps na volta. Quem tem carro economiza em viagens longas e que gosta de viajar nos finais de semana. 

  • Desvantagens 

Quem opta por ter um carro próprio, acaba gastando mais com IPVA, seguro, licenciamento, manutenção, entre outros gastos. 

Existe o gasto com estacionamento. Está cada vez mais difícil estacionar nos grandes centros. As vagas públicas são arriscadas e as pagas são caras.

Qual é o melhor opção?

Neste caso não existe certo ou errado. Aqui cada pessoa ou família deve analisar anotar na balança o que é melhor em seu caso.

É preciso avaliar que carro próprio é uma grande responsabilidade, com a exigência de pagamento anual das taxas do IPVA, por exemplo e reparos constantes. Por outro lado, a comodidade de ter um carro disponível para rotina e emergências pode ser ideal para quem tem família grande ou filhos pequenos.

Já para os jovens solteiros, a independência pode ocorrer inicialmente com a compra da casa própria, deixando a aquisição do carro para um pouco mais tarde.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.