Ambulantes em Pernambuco terão direito ao auxílio alimentação; como receber?

Em Pernambuco, na Região Metropolitana do Recife (RMR), os ambulantes de Olinda estão recebendo o auxílio alimentação desde o final do mês de setembro. Eles estão recebendo o auxílio no valor de R$ 240.

Quem são os ambulantes com direito a receber o auxílio alimentação em Pernambuco
Quem são os ambulantes com direito a receber o auxílio alimentação em Pernambuco (Imagem: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco)

Os cartões do auxílio alimentação podem ser usados apenas para comprar alimentos em rede credenciada de Olinda, do Recife e de Paulista. A entrega do cartão acontece na Biblioteca Pública do município de Olinda, no bairro do Carmo, das 9h às 12h e das 13h às 17h.

Serão cerca de 467 ambulantes contemplados pelo auxílio alimentação. A iniciativa partiu das deputadas Juntas. Elas enviaram uma emenda parlamentar para pagar os comerciantes informais do município. Esses que tiveram seus trabalhos paralisados durante a pandemia.

Roseli Chaves, secretária executiva de Assistência Social de Olinda, ressalta que todos os ambulantes cadastrados na Secretaria de Meio Ambiente e Planejamento Urbano de Olinda, foram devidamente informados sobre a entrega do cartão do auxílio alimentação.

A secretária esclarece que uma vez informados os ambulantes precisam comparecer portando documento de identificação com foto para receber o cartão. Além disso, a entrega dos cartões será dividida em turno para evitar aglomeração.

Até o momento, o auxílio alimentação foi recebido por tapioqueiras, motoristas de transportes escolar e barraqueiros das palhoças, entre outras categorias. Está previsto que em breve os ambulantes das praias também recebam o benefício.

O auxílio alimentação foi a alternativa de muitas cidades brasileiras para ajudar as famílias de baixa renda. Porque, mesmo com o auxílio emergencial pago pelo governo federal, nem todas as pessoas em situação de vulnerabilidade social foram beneficiadas.

Para piorar a situação em 2021, o Governo Federal passou a realizar avaliações mensais para verificar os critérios de elegibilidade. Isso resultou na exclusão de milhares de beneficiados que deixaram de receber a ajuda financeira.

Além disso, houve o aumento constante dos preços em diversos itens, inclusive, dos produtos alimentícios. Desse modo, com o passar dos dias, está cada vez mais difícil conseguir o básico para uma refeição digna e nutritiva.

Essas, entre outras, foram as principais razões que levaram os governos municipais e estaduais a promover o auxílio alimentação. Sendo por meio de pagamentos em cartão eletrônico, cesta básica ou kit merenda para alunos da rede pública de ensino.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA