Auxílio alimentação de R$ 240,00 começa a ser pago para moradores de Olinda

Teve início nesta semana o pagamento do auxílio alimentação para os moradores de Olinda. O benefício no valor de R$ 240 é destinado a ambulantes que atuam na Região Metropolitana de Recife.

Auxílio alimentação de R$ 240,00 começa a ser pago para moradores de Olinda
Auxílio alimentação de R$ 240,00 começa a ser pago para moradores de Olinda. (Imagem: Folha PE)

Ao todo, serão contemplados 467 ambulantes segundo informações da Prefeitura de Olinda. A administração municipal também destacou que todos os beneficiários estão devidamente cadastrados na Secretaria de Meio Ambiente e Planejamento Urbano, e que já foram notificados sobre o direito ao recurso. 

A retirada do auxílio alimentação continua disponível na Biblioteca Pública Municipal, situada no Carmo. A entrega acontece em dois turnos diante de todos os protocolos sanitários contra a Covid-19.

Os cidadãos devem apresentar o documento de identidade original com foto junto à uma cópia para obter o benefício.

A viabilização do auxílio alimentação para os ambulantes de Olinda foi possível por meio das tratativas das deputadas Juntas, que decidiram enviar uma emenda parlamentar para custear o pagamento deste benefício para os comerciantes informais da cidade.

O objetivo é amenizar os impactos que esses profissionais sofrem em virtude da pandemia da Covid-19, precisando paralisar os trabalhos.

Foi o caso de Carlos Rodrigues Correia, de 39 anos e que atua há 12 anos como vendedor ambulante em Olinda. Ele disse que a entrega do cartão do auxílio alimentação veio em boa hora, pois era preciso fazer compras de mercado para a família. 

“Muita gente não teve como se virar nesta pandemia, precisava dessa ajuda que até demorou. Mas pelo menos veio e precisamos agradecer por isso, em especial às deputadas que conseguiram isso para nós ambulantes”.

Por hora, têm recebido o auxílio alimentação as tapioqueiras, motoristas de transporte escolar e barraqueiros das palhoças, entre tantas outras categorias. A expectativa é para que nos próximos dias, os ambulantes que atuam nas praias também comecem a ser amparados.

O auxílio alimentação foi a alternativa encontrada por diversas cidades brasileiras para amparar a população de baixa renda. Isso porque, mesmo com a oferta do auxílio emergencial no âmbito federal, nem todos os cidadãos em situação de vulnerabilidade social foram contemplados.

A rodada do programa em 2021 foi ainda mais complexa, após o Governo Federal realizar avaliações mensais para verificar os critérios de elegibilidade. 

Esta medida resultou na exclusão de milhares de beneficiários que, mesmo ao regularizar a situação posteriormente, não conseguiram ser reinseridos no programa.

Este impasse veio junto à alta constante dos preços em diversos itens, sobretudo, produtos alimentícios. A cada dia que passa está mais difícil colocar o básico à mesa para uma refeição nutritiva. 

Estas foram as principais motivações para as administrações municipais e governos estaduais tomarem a iniciativa de promover o auxílio alimentação, seja no formato de verba destinada em cartão eletrônico, cesta básica ou kit alimentar para estudantes da rede pública de ensino.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA