Nubank realiza pesquisa que mostra crescimento de 1.100% no investimento por jovens

Nos últimos cinco anos, o número de jovens investidores, com menos de 18 anos que investem no mercado financeiro, aumentou 1.100%. O levantamento sobre o investimento por jovens foi realizado pelo Nu Invest, plataforma do Nubank totalmente focada em investimentos.

Nubank realiza pesquisa que mostra crescimento de 1.100% no investimento por jovens
Nubank realiza pesquisa que mostra crescimento de 1.100% no investimento por jovens (Imagem: Lukas/Pexels)

O diretor comercial do Nu Invest, Fabio Macedo, afirma que este aumento reflete uma maior compreensão sobre a importância de iniciar os investimentos mais cedo.

Ele declara que os juros compostos têm como componente o tempo. Assim, um dos fatores que pode auxiliar o investidor a ter bons resultados e aplicar desde cedo — para que os juros compostos possam agir.

Características dos jovens investidores

Conforme a pesquisa, o número de jovens que aplicam em renda variável também subiu. Em 2016, menos de 5% dos menores investiram nesses produtos — que englobam os fundos imobiliários, ações e BDRs. Hoje, o percentual chega a 35% do total.

O aumento da busca pelas aplicações de renda variável acompanhou a queda na taxa Selic. Entre julho de 2020 e começo deste ano, a taxa básica de juros ficou em 2%. Este foi o menor patamar histórico.

Ao considerar os clientes do Nu Invest, plataforma do Nubank, 44% dos homens de até 18 anos investem em renda variável. No caso das mulheres, o número chega a 27%.

O diretor comercial do Nu Invest declara que o menor de 18 anos — que decidir pelos produtos de renda variável e conseguir manter por um longo período — tem condições de comprar ações e fundos de investimentos.

Ele entende que uma carteira dessa pode resultar em rendimentos positivos em prazos acima de cinco anos. No próprio Nu Invest, os menores de idade podem abrir uma conta.

Poupança tem sido o principal investimento por jovens

A pesquisa Raio-X do Investidor 2021, feita pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros (Anbima), indicou que 18,5% dos investidores no país têm entre 16 e 24 anos.

A principal aplicação feita pelos jovens continua sendo a poupança. Contudo, segundo Fabio Macedo, a educação financeira — e a chance de os pais ajudarem os filhos a investir em produtos mais rentáveis — pode promover benefícios futuros para essas pessoas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA