Natal anuncia início da vacinação contra COVID-19 para adolescentes

O município de Natal iniciou a vacinação contra COVID-19 nos adolescentes de 17 anos com comorbidades ou deficiência permanente e privados de liberdade. Esse grupo recebeu a primeira dose do imunizante no último sábado (11).

publicidade
Natal anuncia início da vacinação contra COVID-19 para adolescentes
Natal anuncia início da vacinação contra COVID-19 para adolescentes (Imagem: ASCOM/SP)

A vacinação dos adolescentes de 17 anos com comorbidades ou deficiência permanente e privados de liberdade começou na capital do Rio Grande do Norte no sábado (11).

As doses foram aplicadas nos quatro pontos de drive-thru (Palácio dos Esportes, Via Direta, Sesi ou Nélio Dias) e nas unidades em que os jovens presos estão alocados.

publicidade

A Prefeitura pediu que os jovens fossem acompanhados dos pais ou responsáveis legais, já que são menores de idade. A partir desta segunda-feira (13), a vacinação dos adolescentes de 17 anos com comorbidades ou deficiência permanente estará disponível nas 35 salas espalhadas pelo município.

Os adolescentes privados de liberdade estão recebendo a vacina contra a Covid-19 nas unidades em que estão presos. É importante lembrar que, assim como as demais cidades do país, Natal está usando a vacina da Pfizer para imunizar os jovens de 12 a 17 anos.

A Pfizer é a única vacina, até o momento, autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser aplicada nos adolescentes de 12 a 17 anos. A autorização foi liberada após a apresentação de estudos que mostram a eficácia do imunizante nesse grupo.

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal pede que aqueles que possuem deficiência permanente apresentem algum documento que indique tal condição. Sendo assim, pode ser: laudo médico, CID da doença, cadastro no HIPERDIA, PROSUS, UNICAT ou um documento de identidade com indicação de deficiência.

Além disso, assim como os demais moradores, são necessários apresentar na unidade de vacinação o cartão de vacinação e o comprovante de residência de Natal. Para agilizar o processo de imunização, a Secretaria também pede que seja feita, com antecedência, o cadastro na plataforma RN Mais Vacinas.

A lista completa das comorbidades definidas no Plano Nacional de Imunização está disponibilizada no portal da prefeitura. O município informou que, além dos adolescentes, a capital continua com a vacinação de pessoas com 18 anos ou mais. Até o momento, o município já vacinou 77% do público de 18 a 29 anos.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.