3ª dose de vacinação começa no Brasil este mês; capitais lançam os calendários

Pontos-chave
  • Segundo o Ministério da Saúde a 3ª dose de vacinação contra Covid-19 começará no Brasil no mês de setembro;
  • Os primeiros grupos a receberem a dose de reforço serão os idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos;
  • O primeiro estado a iniciar a aplicação da vacina de reforço foi o Mato Grosso do Sul e a campanha começou no dia 27;

Segundo o Ministério da Saúde a 3ª dose de vacinação contra Covid-19 começará no Brasil no mês de setembro. Os primeiros grupos a receberem a dose de reforço serão os idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos.

3ª dose de vacinação começa no Brasil este mês; capitais lançam os calendários
3ª dose de vacinação começa no Brasil este mês; capitais lançam os calendários (Imagem: R7)

A 3ª dose de vacinação deve ser feita a partir do mês de setembro para os idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos. Segundo o Ministério da Saúde, a preferência é usar doses da vacina Pfizer.

A 3ª dose de vacinação foi anunciada pelo Ministério da Saúde na última quarta-feira (25). A previsão é que os estados comecem a vacinação a partir do dia 15 de setembro. Será usada, preferencialmente, as doses da vacina Pfizer. Porém, também poderão ser utilizadas as vacinas da AstraZeneca e Janssen.

O reforço vale para quem tomou qualquer vacina usada na campanha de vacinação. Sendo assim, não será preciso tomar da mesma fabricante.

Para os idosos, a recomendação é que a 3ª dose de vacinação ocorra após mais de seis meses de completar o esquema vacinal.

Para as pessoas com baixa imunidade, a recomendação é que a dose de reforço seja aplicada após 28 dias da segunda dose. São incluídos nesse grupo:

  • Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea;
  • Pessoas com HIV e CD4 <350 células/mm3;
  • Pessoas com doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida;
  • Pessoas em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias;
  • Pessoas com neoplasias hematológicas;
  • Pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses.

Eficácia da 3ª dose de vacinação

A decisão de aplicar uma dose de reforço foi tomada pelo Ministério da Saúde em conjunto com Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e a Câmara Técnica Assessora de Imunização Covid-19.

3ª dose de vacinação começa no Brasil este mês; capitais lançam os calendários
3ª dose de vacinação começa no Brasil este mês; capitais lançam os calendários (Imagem: G1)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a 3ª dose em “caráter experimental”. Porém, apenas nos idosos acima de 80 anos e pessoas com a imunidade comprometida que tomaram a vacina CoronaVac.

Estudos apontaram que a proteção das vacinas tem caído, com o passar dos meses após completar a sequência vacinal. Por esse motivo, é necessário aplicar uma dose de reforço em todas as vacinas.

Uma pesquisa feita no Reino Unido apontou que a proteção da Pfizer diminuiu de 88% em um mês para 74% em até seis meses. No caso da AstraZeneca, a queda foi de 77% para 67% em até cinco meses.

Antecipação das doses

Durante o anúncio da 3ª dose da vacina contra a Covid-19, a pasta também informou que o intervalo da AstraZeneca e da Pfizer será antecipado de 12 para 8 semanas. A nova recomendação passará a vigorar a partir de setembro.

Porém, o ministério não deu mais detalhes de como acontecerá essa antecipação da 2ª dose. Porém, foi informado que os gestores irão receber novas orientações para acelerar a campanha de imunização.

Diante do anúncio, alguns municípios já começaram a antecipação. Por exemplo, na capital paulista, a prefeitura abriu a “xepa” de 2ª dose no dia 23 para aqueles que tomaram a Pfizer ou AstraZeneca há mais de 30 dias.

O Distrito Federal também anunciou a antecipação da 2ª dose da Pfizer para quem receberia a vacina contra Covid-19 até 3 de setembro. A Secretaria Municipal da Saúde de Aracaju também está adiantando doses da AstraZeneca e Pfizer para quem iria completar a sequência vacinal até 4 de setembro.

Cidades que irão aplicar a 3ª dose

O primeiro estado a iniciar a aplicação da vacina de reforço foi o Mato Grosso do Sul. A campanha começou no dia 27. O público-alvo foram os idosos que receberam a segunda vacina há seis meses. Sendo assim, o calendário está limitado àqueles que receberam a 2ª dose até 28 de fevereiro.

Em Salvador, a aplicação da 3ª dose começou nesta segunda-feira (30) para os idosos a partir dos 80 anos. Esses só poderão receber o reforço após terem completado seis meses de tomar a 2ª dose.

São Paulo irá iniciar a aplicação da dose de reforço a partir do dia 6 de setembro, segundo o governador João Doria. No primeiro momento, irão receber a 3ª dose as pessoas que tenham a partir de 60 anos. A estimativa é contemplar 900 mil moradores.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 27

3ª dose de vacinação começa no Brasil este mês; capitais lançam os calendários

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA