Auxílio do Bem: Acre prorroga e aumenta valor do benefício aos vulneráveis

Governo do Acre prorroga concessão de seu auxílio emergencial local. Diante da permanência do novo coronavírus, a gestão estadual informou que manterá o pagamento do Auxílio do Bem. O projeto permanecerá sendo ofertado até o fim desse ano, tendo o valor de suas mensalidades aumentados.

Auxílio do Bem: Acre prorroga e aumenta valor do benefício aos vulneráveis (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)
Auxílio do Bem: Acre prorroga e aumenta valor do benefício aos vulneráveis (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Mesmo com o Ministério da Cidadania efetuando o pagamento do auxílio emergencial, os governos estaduais dão continuidade aos seus benefícios locais. No Acre, o Auxílio do Bem acabou de ser renovado e deverá perdurar até o mês de dezembro.

Extensão do Auxílio do Bem

De acordo com o governo do estado, os beneficiários permanecerão recebendo seus abonos até o fim do ano. Porém, o valor da ajuda de custo aumentará de R$ 115 para residentes em casa de acolhimento e ficará em R$ 150, atualmente quantia ofertada para as demais famílias.

A decisão já foi validada por meio de um decreto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) dessa terça-feira (17). Concedido desde abril deste ano, o projeto já contou com um investimento de R$ 9,5 bilhões, custeados através de um empréstimo com o Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (Bird).

“O benefício é feito para dois públicos que são as famílias e o segundo para pessoas das unidades assistenciais de acolhimento. Para o primeiro público o valor é de R$ 150 e permanece. O que acontece com o decreto é que agora terá continuidade até o final do ano, porque de acordo com a lei eram só três parcelas. E o segundo público recebia o valor de R$ 115 e, agora, subiu por morador de unidade de acolhimento”, explicou o diretor de gestão da Secretaria de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (Seasdhm) de André Crespo.

Quais os critérios para ser um beneficiado?

  • Não estar inserida no CadÚnico e/ou cadastrados após a data de 21 de março de 2020;
  • Nenhum membro da família pode ter renda salarial;
  • As famílias devem ter renda per capita de até R$ 178
  • Não estar recebendo assistências sociais ou previdenciárias, como programas de renda ou seguro desemprego, Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada
  • Não ter recebido Auxílio Emergencial financeiro do governo federal;
  • Ser maior de 18 anos, salvo no caso de mães adolescentes a partir dos 16 anos.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Auxílio do Bem: Acre prorroga e aumenta valor do benefício aos vulneráveis

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA