Governo da Paraíba deve distribuir R$ 500 como auxílio aos órfãos na pandemia

O Governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), aprovou na última segunda-feira (19) o programa de auxílio aos órfãos na pandemia. O benefício será destinado aos filhos que perderam os pais para o novo Coronavírus.

Governo da Paraíba deve distribuir R$ 500 como auxílio aos órfãos na pandemia
Governo da Paraíba deve distribuir R$ 500 como auxílio aos órfãos na pandemia (Imagem: Freepik)

O auxílio aos órfãos na pandemia se chamará “Nordeste Acolhe” e irá pagar R$ 500 para os contemplados. O projeto foi discutido em reunião virtual do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste).

Agora o auxílio aos órfãos na pandemia segue para Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para ser aprovado pelos parlamentares da Casa. Segundo Azevêdo, a iniciativa tem como propósito cuidar das pessoas atingidas da forma mais cruel pela pandemia de Covid-19.

Durante o anúncio do programa, o governador frisou que a “A pandemia nos trouxe perdas irreparáveis e, infelizmente, muitas crianças e adolescentes perderam seus pais para o coronavírus”.

Azevêdo completou dizendo que os governos estaduais têm “o compromisso social de prestar essa assistência e ajudar a eles (crianças e adolescentes) e seus familiares, garantindo direitos”.

O Estado da Paraíba registrou 740 pessoas órfãs de pai e mãe devido à Covid-19 desde o início da pandemia. Com isso, esses serão contemplados pelo auxílio Nordeste Acolhe. Além da Paraíba, o auxílio aos órfãos na pandemia será adotado pelos demais estados nordestinos.

Segundo Azevêdo, “Esse é um esforço conjunto dos governadores da nossa região para amparar quem necessita do nosso cuidado e atenção”. O presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias (PT), que é governador do Piauí, explicou que cada estado irá enviar o programa para as assembleias legislativas.

Após aprovação na Assembleia Legislativa, o Nordeste Acolhe deve ser implantado no mês de agosto. Segundo Dias, mais de 500 famílias piauienses serão acolhidas no auxílio aos órfãos na pandemia.

Segundo Dias, a iniciativa não é apenas uma ação social, mas também uma preocupação com os efeitos do pós-pandemia. Porém, o Estado também irá cuidar da área social de outras maneiras, focando na geração de emprego e renda.

Além disso, é previsto buscar alternativas para a manutenção do auxílio emergencial. Porém, neste momento o principal foco são as famílias que perderam seus entes para a Covid. Esses serão acolhidos pelo estado, por meio do Consórcio do Nordeste.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.