Butantan prevê para 2021 o início da vacinação da COVID-19 usando a Butanvac

Brasil poderá aplicar nova vacina contra o novo coronavírus. Na última sexta-feira (16), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, informou que dará início aos testes da ButanVac, imunizante produzido em São Paulo. A previsão é de que o medicamento seja aprovado e passe a ser distribuído até o fim deste ano.

Butantan promete para esse ano o início da vacinação da COVID usando a Butanvac. (Imagem: Sérgio Lima/Poder 360)
Butantan promete para esse ano o início da vacinação da COVID usando a Butanvac. (Imagem: Sérgio Lima/Poder 360)

Mesmo com os cronogramas de vacinação do novo coronavírus em andamento, o Butantan segue trabalhado na criação de mais um imunizante. A ButanVac vem sendo elaborada no estado de São Paulo para ser enviada para a aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a partir de outubro.

Aplicação da ButanVac ainda este ano

De acordo com Covas, a previsão é de que o medicamento seja aceito, já havendo mais de 10 milhões de doses em estoque.

“Esperamos que a Anvisa seja rápida nessa análise. É possível que tenhamos ainda neste ano a utilização desta vacina“, afirmou o gestor.

Tendo em vista o ritmo de contágio da covid-19, espera-se que a aprovação da vacina se encaminhe através de um pedido emergencial.

Isso significa que não serão considerados os resultados clássicos de eficácia, normalmente obtidos na fase 3 da pesquisa a partir dos dados de infecção e hospitalizações de participantes do estudo.

Andamento das pesquisas

Neste momento o Butatan se prepara para iniciar a fase de testes onde haverá quatro grupos. O primeiro receberá um micrograma; o segundo será vacinado com três microgramas; o terceiro vai receber dez microgramas e quarto será vacinado com placebo.

Após a aplicação é que os pesquisadores passarão a monitorar, sem que os participantes saibam em que grupo estão avaliando assim a segurança e eficácia do imunizante. Somente após essa análise é que será definida a dosagem incorporada a vacina definitiva.

Após essa etapa 5 mil voluntários da cidade de Ribeirão Preto serão vacinados. Esse grupo contará com pessoas que já receberam outras vacinas, pessoas que já foram contaminadas e pessoas não vacinadas.

Para mais informações sobre o cronograma de vacinação contra o novo coronavírus acesse nossa página exclusiva da campanha. Por meio dela você tem acesso a atualização dos calendários de sua cidade, informes de agendamento e mais.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA