DF estuda mutirão de vacinação em agosto com novas doses disponíveis

O Distrito Federal irá receber 500 mil doses de imunizantes contra a COVID-19 no próximo mês. Diante disso, a região planeja realizar um mutirão de vacinação com o intuito de avançar no calendário de aplicação das doses planejada pelo Governo Estadual.

DF estuda mutirão de vacinação em agosto com novas doses disponíveis
DF estuda mutirão de vacinação em agosto com novas doses disponíveis. (Imagem: Thiago Gadelha/SVM)

A realização do mutirão de vacinação no DF dependerá do cumprimento das metas de envio das doses estabelecidas pelo Ministério da Saúde. No próximo mês o Ministério espera receber 11 milhões de doses do imunizante.

Diante disso, a estimativa é que o Distrito Federal receba 500 mil doses desse quantitativo para dar continuidade na sua campanha de vacinação contra a COVID-19. Nesta semana, a pasta enviou 250 mil doses à capital após o pedido do Ministério Público.

Com esse novo lote, na última quarta-feira (14) o governo do Distrito Federal realizou o mutirão de vacinação em Ceilândia e Sol Nascente. O DF também aguarda o envio de mais 50 mil doses na próxima sexta-feira (16).

Com esse novo lote a proposta é ampliar a campanha de vacinação para as pessoas sem comorbidades de 38 anos ou mais. Esse público deve receber a 1ª dose do imunizante na próxima semana.

Porém, a capital não divulgou o dia exato para o início da aplicação das doses nem o agendamento para o novo grupo. A região pede que os moradores façam o agendamento antes de serem vacinados.

O agendamento pode ser feito de forma virtual (Saúde DF) ou presencial nos postos de saúde. A Secretaria de Saúde do estado informa que as pessoas que não conseguirem fazer o agendamento de forma on-line podem procurar uma das 174 Unidades Básicas de Saúde.

Desde o mês passado, a Secretaria de Saúde vem realizando a vacinação volante com o objetivo de alcançar as pessoas mais vulneráveis e que moram em áreas rurais ou de difícil acesso. Em nota, a pasta informou que algumas regiões rurais já tem dia fixo para o atendimento.

De acordo com o vacinômetro, plataforma desenvolvida pelo Ministério da Saúde, até a última terça-feira (13), 1.091.184 de brasilienses haviam tomado a 1ª dose da vacina contra a COVID-19.

Desse quantitativo, apenas 372.735 receberam a 2ª dose e completaram a sequência vacinal. 35.251 receberam imunizante Janssen de dose única desenvolvido pela Johnson&Johnson.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.