Avanço da vacinação em SP fica ameaçado após falta de vacinas no estoque

A prefeitura de São Paulo começa a semana sem estoque de doses de imunizantes contra a Covid-19. Com isso, a vacinação em SP fica ameaçada e pode prejudicar o planejamento estabelecido pelo município.

Avanço da vacinação em SP fica ameaçado após falta de vacinas no estoque
Avanço da vacinação em SP fica ameaçado após falta de vacinas no estoque (Imagem: Sérgio Lima/Poder 360)

Com a falta de doses, a prefeitura de São Paulo não sabe informar se a vacinação em SP poderá ser cumprida. Dessa maneira, o prefeito da capital, Ricardo Nunes (MDB), afirmou que para avançar no calendário de imunização é preciso receber novas doses.

Caso a capital receba novos lotes, a vacinação em SP poderá começar a imunizar as pessoas com 36 anos de idade. Ontem, o município vacinou os paulistanos com 37 anos, porém, sem novas doses o calendário ficará estacionado até a próxima quarta-feira (14).

O Governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou uma nova antecipação do calendário de vacinação em SP contra a Covid-19 em todo o Estado. Com isso, a faixa etária a ser contemplada deve ser entre 39 e 37 anos.

Esse grupo deve receber a primeira dose até a próxima quarta-feira (14). Para isso, a prefeitura de São Paulo aguarda a entrega de novas vacinas. A Secretaria Estadual da Saúde informou ao portal UOL que está previsto o envio de 300 mil doses para a capital nesta terça-feira (13).

Diante disso, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou no final da tarde de ontem que na quinta-feira (15) começará a vacinar as pessoas com 36 anos. No dia seguinte será contemplada a faixa etária de 35 anos.

Para receber a dose é preciso apresentar um documento com foto, CPF e comprovante de residência que comprove residir na capital. A prefeitura de SP pede que os paulistas façam o pré-cadastro no site Vacina Já.

Calendário de vacinação em SP antecipado

No último domingo (11), o governador do estado, João Doria, anunciou um novo calendário de imunização contra Covid em todo estado. Nele, a previsão é de imunizar todos os adultos com a 1ª dose pelo menos até o fim de agosto.

A antecipação anunciada por Doria aconteceu em um momento que os municípios estão sem estoque de vacinas.

Diante disso, a Prefeitura de Cajamar publicou em sua rede social que “o estado de São Paulo não está enviando imunizantes suficientes para vacinar toda a população”.

Além disso, complementou dizendo que “Ainda há pessoas sem vacinar com idade das etapas anteriores”. A prefeitura aproveitou para criticar a organização estadual afirmando que “Nada adianta avançar e deixar gente para trás”.

(Imagem: Divulgação/ Governo do estado de São Paulo)

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.