Calendário de vacinação da COVID-19: Novos grupos são incluídos como prioritários

Pontos-chave
  • Ministério da Saúde inclui carteiros e bancários no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19;
  • Estados e municípios estão se mobilizando para imunizar esses grupos nos calendários locais;
  • Caminhoneiros e lactantes ganham atenção na campanha de vacinação.

Na última semana, o Ministério da Saúde realizou uma nova reunião para debater o andamento do calendário de vacinação da Covid-19 no Brasil. Desta vez, participaram do debate os representantes dos bancários e dos carteiros das agências dos Correios. 

Calendário de vacinação da COVID-19: Novos grupos são incluídos como prioritários
Calendário de vacinação da COVID-19: Novos grupos são incluídos como prioritários. (Imagem: Prefeitura de Ubatuba)

A partir dos argumentos discutidos neste encontro, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, decidiu incluir os trabalhadores de ambas as categorias na prioridade para a vacinação contra a Covid-19 no país de agora em diante. 

Na oportunidade, o ministro informou que a demanda já havia chegado ao conhecimento da pasta há cerca de três semanas. Mas somente agora, foi possível estabelecer deliberações precisas para a vacinação das categorias perante o Programa Nacional de Imunização (PNI).

A decisão foi celebrada pela Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), que desde o início da campanha de vacinação no Brasil tem se mobilizado em conjunto com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT) e outras entidades, para a inclusão da categoria no calendário de vacinação nacional.

O presidente da Fenae, Sérgio Takemoto, ressaltou que a inclusão dos bancários na vacinação contra a Covid-19 veio em excelente hora, principalmente após a confirmação da prorrogação do auxílio emergencial.

Isso porque, com a grande demanda de beneficiários em busca do atendimento presencial na Caixa Econômica Federal (CEF), também aumenta o risco de disseminação da doença, e com mais pessoas imunizadas, mais amena será a situação.

O presidente do Banco do Brasil (BB), Fausto Ribeiro, ainda mencionou que 153 mil bancários ainda não foram imunizados contra a Covid-19. Já o presidente dos Correios, Floriano Peixoto, declarou estar satisfeito com a atitude do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, pela inclusão da categoria na vacinação contra a Covid-19.

Pois foi uma maneira de reconhecer os esforços destes profissionais que também estão, de certa forma, na linha de frente atuando nas entregas e evitando a circulação de pessoas nas ruas. 

Vacinação dos carteiros

Apesar da determinação do Ministério da Saúde, somente algumas cidades ou estados brasileiros já se adequaram para incluir os carteiros no calendário de vacinação contra a Covid-19. Veja quais são!

Belém 

Em Belém, capital do Pará, a Secretaria Municipal de Saúde informou sobre a inclusão dos carteiros no calendário de vacinação contra a Covid-19 da cidade. Cerca de 100 profissionais da área serão imunizados entre 09h às 17h. 

A Prefeitura de Belém esclareceu que a vacinação deste grupo será por meio de uma lista exclusiva, composta pelo nome de cada um dos trabalhadores que serão vacinados.

Os nomes, por sua vez, devem ser repassados pelo sindicato da classe, possibilitando a reserva de doses exatas para a vacinação.

Sergipe

Na última semana, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) de Sergipe, também se mobilizou de acordo com as orientações do Ministério da Saúde quanto à vacinação dos carteiros.

No entanto, a pasta informou que aguarda a publicação de uma nota técnica com informações sobre a quantidade de doses de vacinas que serão disponibilizadas para a categoria.

A SES concluiu que seguirá as determinações do Plano Nacional de Imunização (PNI). “Apenas quando isso for oficializado em Nota Técnica e, principalmente, quando a vacina for enviada para essas categorias”, concluiu a SES. 

Vacinação dos bancários

Os bancários de todo o país também serão vacinados contra a Covid-19. Conheça os locais que já incluíram a categoria no calendário de vacinação.

Campos

Na cidade de Campos, na região Norte do Rio de Janeiro, os bancários poderão se dirigir aos postos de vacinação. A imunização desta categoria foi regulamentada mediante a publicação de uma lei municipal.

Portanto, este público pode ser vacinado desta segunda-feira, 12, em diante. Basta se dirigirem à sede do Sindicato dos Bancários, situado na Rua Marechal Floriano, 129/133. Cerca de 500 bancários serão vacinados por meio de um calendário que seguirá gradativamente cada faixa etária. 

A prioridade será dada aos bancários da ativa na cidade de Campos, tanto aqueles que atuam nos bancos privados quanto públicos. A vacinação acontecerá das 09h às 15h, desde que o profissional apresente os documentos pessoais. Veja o calendário a seguir:

  • Segunda-feira, 12: 35 anos;
  • Terça-feira, 13: 30 anos;
  • Quarta-feira, 14: 25 anos;
  • Quinta-feira, 15: 20 anos;
  • Sexta-feira, 16: Repescagem.

Macapá

A partir desta terça-feira, 13, a Prefeitura de Macapá irá vacinar os bancários junto aos adultos do público geral na faixa etária dos 37 anos. A vacinação da categoria profissional com a primeira dose do imunizante acontecerá das 08h às 13h nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Pacoval e Congós. 

Estarão aptos os profissionais que apresentarem documento de identidade com foto, comprovante de residência, carteira de vacinação e documento que comprove o vínculo empregatício junto à instituição financeira. É preciso apresentar os documentos originais e respectivas cópias.

Uberaba

Na última sexta-feira, 9, a Prefeitura de Uberaba, em Minas Gerais, confirmou a inclusão dos bancários no calendário de vacinação contra a Covid-19. Serão imunizados os trabalhadores da área com 35 anos de idade ou mais a partir desta segunda-feira, 12. 

A vacinação acontecerá das 08h30 às 16h para quem for à pé ou de carro no Pavilhão Multiuso da ABCZ, com entrada pela Avenida Apolônio Sales, bem como na Funel. Esses trabalhadores devem apresentar os seguintes documentos:

  • Documento de identidade original com foto;
  • CPF;
  • Comprovante de residência na respectiva titularidade; 
  • Comprovante de vínculo empregatício junto a uma instituição financeira.

Vacinação de lactantes

Na última semana, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei (PL) nº 2112, de 2021 do Senado Federal. O texto dispõe sobre a inclusão de gestantes e lactantes e puérperas no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19 e aguarda a sanção presidencial. 

Estes grupos já têm sido imunizados em várias localidades brasileiras, no entanto, a emenda atual apenas visa regularizar a competência do Ministério da Saúde e dar tal prioridade.

Isso porque, a pasta interrompeu a vacinação das gestantes e puérperas após um caso de óbito de uma gestante que tomou a primeira dose da AstraZeneca. 

De acordo com a relatora do projeto, a deputado, Luisa Canziani (PTB-PR), a decisão do ministério foi equivocada, “já que as gestantes e puérperas estão em risco aumentado de formas graves da Covid-19, bem como complicações obstétricas, tais como parto prematura e mortalidade materna”, ressaltou. 

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, a Prefeitura começou a vacinar as lactantes na última semana do mês de junho com a primeira dose. No entanto, é preciso que a mulher apresente a recomendação médica do pediatra da criança alegando a amamentação. 

Na oportunidade, o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, esclareceu que não há nenhuma restrição quanto à idade da criança, desde que ainda esteja sendo amamentada.

“Quem faz a comprovação é o profissional de saúde que acompanha a criança nos primeiros anos de vida. Pode ser o médico da família, uma enfermeira, qualquer profissional de saúde que esteja acompanhando essa criança”, concluiu.

Macapá

No último fim de semana, a Prefeitura de Macapá decidiu convocar as mulheres lactantes com 18 anos ou mais para a vacinação contra a Covid-19. Mas para isso, é preciso que estejam amamentando crianças de até seis meses de idade. 

Essas mulheres devem apresentar o documento de identidade com foto, comprovante de residência, carteira de vacinação e certidão de nascimento das crianças. É preciso apresentar o documento original e respectivas cópias das 08h às 13h nas seguintes Unidades Básicas de Saúde (UBSs):

  • UBS Pacoval;
  • UBS São Pedro (Beirol);
  • UBS Congós;
  • UBS Pedrinhas;
  • UBS Raimundo Hozanan (Muca);
  • UBS Brasil Novo.

Vacinação dos caminhoneiros

Os caminhoneiros fazem parte dos novos grupos prioritários incluídos na campanha de vacinação contra a Covid-19. Veja o esquema vacinal desta categoria em algumas localidades.

Calendário de vacinação da COVID-19: Novos grupos são incluídos como prioritários
Calendário de vacinação da COVID-19: Novos grupos são incluídos como prioritários. (Imagem: Prefeitura de Jundiaí)

Guarapuava

Na cidade de Guarapuava, região central do Estado do Paraná, cerca de mil doses estão sendo disponibilizadas nesta segunda-feira, 12, para a vacinação de caminhoneiros, além de gestantes e puérperas. Esses profissionais devem apresentar o documento de identidade com foto, CPF e carteira de vacinação para serem imunizados. 

Natal

A capital do Estado do Rio Grande do Norte, Natal, deu início à vacinação contra a Covid-19 em caminhoneiros na última semana. A imunização deste grupo acontece exclusivamente no drive-thru e na sala de pedestres do Shopping Via Direta. 

Os caminhoneiros devem apresentar uma cópia da carteira de trabalho, crachá funcional, contracheque ou carteira de sócio de sindicatos ou cooperativa de transportes, além do comprovante de inscrição no Registro Nacional de Transportes Rodoviários de Cargas (RNTRC).

Vale ressaltar que mesmo com a apresentação de um dos documentos mencionados acima, é preciso apresentar uma cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias C ou E. 

Barra Mansa

Em Barra Mansa, no Rio de Janeiro, os caminhoneiros continuam recebendo a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Este grupo pode se dirigir ao Parque da Cidade, situado na região central, no sistema de drive-thru ou no teatro para quem for à pé.

O atendimento foi organizado de acordo com o mês de nascimento. Veja!

  • 8h às 12h: nascidos de janeiro a junho;
  • 12h às 16h: nascidos de julho a dezembro.

A vacinação requer a apresentação do documento de identidade com foto, CPF, comprovante de residência e comprovante de exercício como motorista profissional de transporte rodoviário de cargas (caminhoneiros).

Ponta Grossa

Em Ponta Grossa, no Paraná, os caminhoneiros e motoristas do transporte de cargas foram incluídos no calendário de vacinação local na última semana do mês de junho. Os profissionais com até 49 anos de idade já podem ser vacinados. 

Os caminhoneiros e demais motoristas profissionais estão sendo imunizados com doses da vacina da Janssen, que promete imunização em dose única. O atendimento deste grupo acontece das 09h às 15h na Estação Arte e na BR-371 km 173, sendo que na primeira localidade é preciso fazer o agendamento pelo site da prefeitura.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.